PUBLICIDADE

Comunidade de Nossa Senhora de Fátima celebra dia dedicado à santa

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC em 13 de Maio de 2021

Gisele Ribeiro/PMC

Seguindo medidas de biossegurança contra a covid-19, data foi celebrada na Igreja da santa

O prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes, acompanhou nesta quinta-feira, 13 de maio, a missa em homenagem ao Dia de Nossa Senhora de Fátima. A secretária Municipal de Assistência Social e Cidadania, Amanda Balancieri Iunes, também assistiu à celebração.

Presidida pelo padre Rodenei Sierpinski e concelebrada pelo padre Fábio Vieira, a missa reuniu autoridades civis e militares como o comandante do 6° Distrito Naval, contra-almirante Paulo César Bittencourt Ferreira, e o comandante da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira, general de brigada José Luís Araújo dos Santos.

História de Nossa Senhora de Fátima

O Dia de Nossa Senhora de Fátima é comemorado em 13 de maio no Brasil. Nessa data, os católicos recordam a primeira das aparições de Nossa Senhora aos três Pastorinhos – Jacinta, Francisco e Lúcia – que ocorreu na cidade de Fátima, Portugal, no ano de 1917.

Gisele Ribeiro/PMC

Prefeito e primeira-dama acompanharam a celebração da missa

As aparições de Nossa Senhora de Fátima se repetiriam no dia 13 de cada mês até outubro e, durante esses encontros, as crianças rezavam o rosário e recebiam revelações de Nossa Senhora. À medida que as crianças recebiam as visitas de Nossa Senhora, a notícia se espalhava e cada vez mais atraíam peregrinos ao lugar.

Em outubro, mais de 50.000 pessoas teriam presenciado o “milagre do sol” onde o astro teria dado voltas em si mesmo. Também teriam sido revelados três segredos aos videntes. Os dois primeiros se referiam à Primeira Guerra Mundial e à Rússia que acabava de adotar o socialismo como regime de governo.

O terceiro, que deu origem à diversas especulações, fazia menção a um atentado que um pontífice sofreria. Acredita-se que a tentativa de assassinato do Papa João Paulo II, em 1981, tenha relação com este segredo.

Francisco e Jacinta morreriam jovens, mas Lúcia ingressou na Ordem das Carmelitas Descalças e viveu até a idade de 97 anos. Francisco e Jacinta seriam canonizados pelo Papa Francisco, em 13 de maio de 2017, ano do centenário das aparições.

Com informações do site Calendarr.

PUBLICIDADE