PUBLICIDADE

Com 100% das urnas apuradas, Luis Arce teve 55,10% dos votos na Bolívia

Leonardo Cabral em 23 de Outubro de 2020

Reprodução/ El Deber

Luis Arce, novo presidente da Bolívia após 100% das urnas apuradas

O Tribunal Supremo Eleitoral da Bolívia concluiu a contagem dos votos na manhã desta sexta-feira, 23 de outubro. Com 100% das urnas apuradas, o Movimento ao Socialismo (MAS) consolidou sua vitória com 3.393.978 votos, o que representa 55,10% da preferência do eleitorado do país andino.

O ex-presidente Carlos Mesa, do partido Comunidad Ciudadana (CC), ficou em segundo lugar, com 28,83% dos votos; Luis Fernando Camacho (Creemos)  em terceiro com 14% dos votos; Chi Hyun Chung (FPV) com 1,5% e Feliciano Mamani (Pan-BOL) com 0,5%.

O órgão eleitoral que encerrou a apuração oficial, após às 09h desta sexta-feira, deve anunciar o resultado oficial, às 18h de hoje, ato que será realizado no recinto de feiras Chuquiago Marka, na cidade de La Paz, onde o TSE instalou o centro nacional de informática.

Paro cívico

Um ano após o maior paro cívico já realizado na Bolívia, durante os 21 dias em 2019, após eleições conturbadas que geraram revolta por denúncias de fraude e terminou com a queda de Evo Morales, que havia sido reeleito, comitês cívicos se organizam em Santa Cruz de La Sierra, para iniciar um novo paro cívico, pelo mesmo motivo: suposta fraude nas eleições deste ano.

O Comitê Pró Santa Cruz disse ter supostas provas sobre irregularidades no processo eleitoral e a Unión Juvenil Cruceñista convocou uma paralisação das atividades naquela cidade, começando à meia-noite de hoje. Com informações EL Deber. 

PUBLICIDADE