PUBLICIDADE

Justiça indefere recurso da CBF e mantém suspensão de Palmeiras x Flamengo

Globo Esporte em 27 de Setembro de 2020

O jogo entre Palmeiras e Flamengo continua suspenso. Neste domingo, o Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro indeferiu o mandado de segurança impetrado pela CBF e manteve a decisão de adiar a partida, que estava marcada para as 16h (de Brasília).

A decisão original foi tomada após uma ação do Sindeclubes, sindicato que representa funcionários de clubes do Rio de Janeiro. No documento, a entidade alegou "risco elevado de contágio" de coronavírus. O presidente do Sindeclubes é José Pinheiro dos Santos, funcionário da segurança do Flamengo. Segundo ele, a ação foi tomada após pedido dos próprios empregados rubro-negros.

 

Com esta decisão, a próxima instância em que a CBF pode recorrer é no Tribunal Superior do Trabalho (TST).

 

CBF alega que surto do Flamengo foi fato isolado

 

Entre os argumentos utilizados, a CBF afirmou que o Sindeclubes não tinha legitimidade para a ação, pois não representa atletas profissionais de futebol. A entidade lembrou ainda o episódio da foto publicada pelo Flamengo com jogadores sem máscaras, que acarretou na demissão de um profissional de comunicação do clube.

 

A CBF alegou ainda que, com os procedimentos preventivos, o risco de contágio de coronavírus é pequeno e que o que ocorreu com o Flamengo foi "um fato isolado, que não pode ser imputado ao Campeonato Brasileiro de Futebol". 


PUBLICIDADE