PUBLICIDADE

Marinha e Exército fazem ação de desinfecção no Posto do Lampião Aceso

Leonardo Cabral em 02 de Junho de 2020

Rhaffane Andreia Ortiz Claro para o Diário Corumbaense

Ação foi realizada nesta terça-feira

Local de intenso movimento de entrada e saída de pessoas em Corumbá, o Posto Fiscal Lampião Aceso, localizado às margens da BR-262, recebeu ação de descontaminação nesta terça-feira, 02 de junho, feita pelo Comando Conjunto Oeste (C CJ Oeste).

Foi o quarto local na cidade a receber este tipo de ação, desencadeada pelo Grupamento Operativo de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (GptOpDefNBQR), composto por militares da Marinha do Brasil e do Exército Brasileiro e acontece como forma de prevenção e combate ao novo coronavírus. No posto também está montada a barreira sanitária, com a presença de equipes da Vigilância Sanitária, da Agência Municipal de Trânsito (Agetrat), bem como dos próprios militares que dão apoio nas fiscalizações.

Militares pertencentes ao 6° Distrito Naval; 17º Batalhão de Fronteira (17º BFron) e Centro de Instrução de Operações no Pantanal (CIOpPan), estiveram envolvidos no trabalho, todos eles subordinados ao C Cj Oeste.

Eles utilizaram produtos como hipoclorito, álcool 70%, álcool isopropílico, para equipamentos eletrônicos, além de detergente neutro. O trabalho teve duração de aproximadamente 02h30. Já receberam a ação de desinfecção, o Posto Esdras, na fronteira com a Bolívia; o Aeroporto Internacional de Corumbá e o Ginásio Poliesportivo Lucílio Medeiros.

Barreira sanitária

Mais de 15 mil pessoas já passaram pelas barreiras sanitárias, montadas no posto Lampião Aceso, na BR-262 e na fronteira com a Bolívia. A fiscalização acontece há mais de 60 dias para fazer o mapeamento de quem chega em Corumbá, numa estratégia de prevenção e combate ao coronavírus.

Rhaffane Andreia Ortiz Claro para o Diário Corumbaense

Militares durante o trabalho de desinfecção do local

Nas barreiras, os viajantes preenchem uma ficha com os dados pessoais, o endereço de origem, o destino e o motivo da viagem. A pessoa é questionada se teve contato com alguém contaminado e se apresenta algum sintoma como febre e tosse. Também são realizados procedimentos como a aferição da temperatura e é reforçado o isolamento domiciliar, cumprindo quarentena entre 7 e 14 dias.

Até o último final de semana, pelo menos 11 casos positivos da doença foram identificados por meio da barreira sanitária, ou seja, as pessoas chegaram na cidade já infectadas pelo vírus ou tiveram contato com viajantes identificados pela própria barreira sanitária que também tem apoio da equipe de Saúde de Ladário.  

As equipes da Vigilância realizam ligações no 3º, 7º e 10º dia nos quais o viajante se encontra na cidade, fazendo assim, o mapeamento dessas pessoas.

Até esta terça-feira (02), Corumbá tem 37 casos positivos de covid-19 e Ladário, 12 confirmações. 

PUBLICIDADE