PUBLICIDADE

Sobrinho denuncia pastor evangélico por agressões sofridas há dois anos

Leonardo Cabral em 01 de Outubro de 2019

Adolescente de 15 anos, acompanhado de sua mãe de 31 anos, foi até a Delegacia de Polícia Civil, na tarde de ontem (30), para denunciar o tio, que é pastor evangélico, por agressão física. 

Em relatos, a mãe disse que o filho mora com o tio e sua esposa desde os dez anos de idade, no bairro Cervejaria, parte baixa de Corumbá, pelo fato dela ter ido para Três Lagoas trabalhar, não podendo levar nenhum dos filhos.

O adolescente disse que havia apanhado do tio com um cabo de fio de microfone, utilizado pelo pastor em suas pregações na igreja. Ele ainda teria recebido muitos tapas no rosto e ouvia do agressor: "vagabundo tem que apanhar na cara”.

O garoto contou ainda que vem sofrendo agressões por parte do tio desde os 13 anos e nunca o denunciou por medo. Ele também o obrigava a  vender salgados na rua, coletar e amassar latinha de alumínio para vender.

Devido às agressões, o adolescente apresentava marcas visíveis nas costas, no braço, ombro esquerdo e na coxa esquerda. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa, por meio do boletim  de ocorrência 5180/2019, na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Corumbá.

PUBLICIDADE