PUBLICIDADE

Técnico e estudante são presos com imagens de crianças nuas e de estupro

Campo Grande News em 29 de Agosto de 2019

Kerolyn Araújo/CG News

Material apreendido será periciado para identificar vítimas

Técnico de informática, de 38 anos, e um estudante de 24 anos, foram presos hoje, em Campo Grande, na Operação Criança Segura que investiga crimes relacionados à pornografia infantil. Um militar de 50 anos, é procurado no interior do Estado. A polícia ainda investiga a participação de outras pessoas nos crimes.

O técnico foi detido em casa, no bairro Vilas Boas e o rapaz, no Portal Caiobá. Os presos foram levados à Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente). Os policiais apreenderam notebooks, HDs externos, netbook, pen drives, cartões de memória, celulares e CPUs na residência dos suspeitos.

Segundo a delegada Marília de Brito, na casa de um dos alvos da operação foram encontrados 250 gigabites em material, como foto de crianças nuas e vídeos de estupros, também de crianças. Essas imagens vão ser periciadas para averiguar se os crimes que aparecem nas imagens foram praticados contra vítimas de qual Estado ou país. 

Os presos vão responder por crimes previstos nos artigos 240 A e B do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) - oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, distribuir, publicar ou divulgar por qualquer meio, inclusive por meio de sistema de informática ou telemático, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente e adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente.

PUBLICIDADE