PMA multa quatro em mais de R$ 3 mil por pesca ilegal no rio Paraguai

Rosana Nunes em 30 de Agosto de 2018

Divulgação/PMA

Pescado, barcos e petrechos proibidos foram apreendidos na ação

Quatro pescadores foram autuados pela Polícia Militar Ambiental de Corumbá por pesca ilegal durante fiscalização no rio Paraguai, na última terça-feira, 28 de agosto. Um pescador amador, de 47 anos, pescava sem a devida autorização para a atividade e ainda utilizava tarrafa para capturar iscas (petrecho proibido), o que é crime. Ele foi autuado e multado em R$ 720,00. Foram apreendidos um barco, um motor de popa, uma tarrafa e 1 kg de pescado da espécie piranha.

Outros dois infratores de 36 e 57 anos de idade, foram autuados por utilizarem boias, que são petrechos proibidos. Eles foram autuados e multados em um total de R$ 1.480,00. A PMA ainda apreendeu 4 kg de piranha e barbado. Com um dos pescadores foi apreendido um rifle calibre 22 sem documentação.

Divulgação/PMA

Peixe capturado fora da medida permitida por lei

O quarto infrator autuado e multado em R$ 820,00, foi um pescador de 33 anos, por pescar sem a autorização de pesca e utilizar tarrafa e boias (petrechos proibidos). Ele ainda havia capturado pescado com medida abaixo da permitido, o que também é crime. Com o homem foram apreendidos 2 kg de pescado, uma tarrafa e 30 boias, além de um barco e um motor de popa utilizados na pescaria ilegal.

Todos os infratores moram em Corumbá e responderão por crime ambiental de pesca predatória. A pena é de um a três anos de detenção. O proprietário do rifle ilegal apreendido ainda responderá por crime de porte ilegal de arma, com pena prevista de dois a quatro anos de reclusão. Com informações da PMA.

PUBLICIDADE