Agetrat e Polícia Militar realizam megablitz educativa no centro de Corumbá

Ricardo Albertoni em 11 de Maio de 2018

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Ação foi realizada em dois pontos da área central de Corumbá

Na manhã desta sexta-feira, foi realizada em dois pontos da área central de Corumbá - Frei Mariano entre Dom Aquino e Treze de Junho e Quinze de Novembro entre Treze de Junho e Delamare - a primeira megablitz de orientação. A ação, coordenada pela Agetrat ( Agência de Transito e Transporte de Corumbá), em parceria com a Polícia Militar, é resultado da intensificação dos trabalhos da campanha “Maio Amarelo”, realizada pelo Poder Público e sociedade civil que busca mobilizar a população para a questão da segurança viária e propagar a conscientização de um trânsito seguro para pedestres e condutores.

Estiveram mobilizados na ação, que durou uma hora, 30 policiais militares, 10 agentes de trânsito, 6 guardas municipais e 6 educadores de trânsito. Segundo o Setor de Estatística da Agetrat, foram abordados ao todo 412 veículos. Os participantes distribuíram panfletos e fizeram adesivagem nos carros.

O diretor executivo da Agetrat, o capitão PM Cleiton Douglas da Silva, explicou que o objetivo dos órgãos fiscalizadores é a redução dos acidentes

O diretor executivo da Agetrat, o capitão PM Cleiton Douglas da Silva, destacou que ações educativas como as realizadas nesta sexta-feira em parceria com outros órgãos ligados ao trânsito, têm como foco mostrar para a população, que o objetivo dos órgãos fiscalizadores é a redução dos acidentes.

“Essa blitz educativa é o pontapé inicial das atividades educativas do nosso 'Maio Amarelo'. A participação tanto da Polícia Militar, quanto da Guarda Municipal é justamente para demonstrar para a sociedade que nós estamos juntos nessa luta, em buscar reduzir o número de acidentes a partir da educação. Estamos distribuindo um folder que dá dicas de segurança no trânsito para que o condutor tenha esse reforço educacional”, explicou ao Diário Corumbaense.

A tenente PM Letícia Escobar, chefe do Pelotão de Trânsito do 6º BPM, ressaltou a importância de conscientizar principalmente os motoristas estrangeiros sobre a importância da obediência às regras no país.

Policiais militares e agentes distribuiram materiais educativos

“A Polícia Militar, como ente fiscalizador também da questão do trânsito, tem o dever de não só fiscalizar como orientar os condutores. Então, essas blitze, principalmente as educativas, têm o papel de auxiliar na educação. Temos uma característica peculiar que é a questão do condutor estrangeiro, então, é sempre bom que tenhamos esse contato com a população tanto daqui, quanto do país vizinho para auxiliar essa orientação sobre as regras do nosso trânsito, evitando problemas, acidentes, que podem ser prevenidos com pequenas ações. Nossa participação hoje tem o objetivo de chamar a atenção para lembrar tanto os condutores quanto os pedestres sobre o compromisso com a segurança no trânsito, que a responsabilidade não é só dos fiscalizadores, e sim de todos para que a gente tenha um trânsito mais seguro na região”, afirmou.

Durante ação, houve adesivagem em veículos

O capitão Cleiton lembrou que assim como as blitze educativas, as repressivas também serão constantes, principalmente durante o mês de conscientização. “Não podemos esquecer que a repressão também faz parte da educação. Temos pessoas que infelizmente ainda insistem em desrespeitar o próximo que também está no trânsito. Infelizmente Corumbá está registrando alguns números que não gostaríamos, inclusive com morte no trânsito, para isso, a Agetrat está atenta, justamente incorporando os demais órgãos que estão ligados ao trânsito, e vamos fazer nosso trabalho, vamos fazer com que as pessoas vejam que é preciso ter esse trabalho de fiscalização, de educação”, ressaltou.

Cleiton lembrou que muitos acidentes tem a pressa do dia a dia como um dos principais motivos, entretanto, o oficial destaca que é preciso ter respeito para que o trânsito se torne mais seguro. “Queremos que as pessoas se atentem para a segurança, sabemos que a vida hoje está muito corrida, mas é justamente essa pressa que está fazendo com que muitos acidentes aconteçam, então, que prestem atenção às leis, as pessoas precisam de respeito e dê o respeito no trânsito que você quer ter. Se a gente tiver essa noção, com certeza vamos reduzir os números e teremos uma qualidade de vida no trânsito muito melhor em Corumbá”, finalizou.

 

PUBLICIDADE