PUBLICIDADE

Moradores da região do Taquari recebem atendimentos do Povo das Águas

Da Redação em 21 de Março de 2012

Várias novidades integram a 16ª edição do Programa Social Povo das Águas que começou nesta quarta-feira (21) com atendimentos na região das colônias Corixão e Cedrinho. Além de levar auxílio médico e social, de suma importância para os ribeirinhos do pantanal de Mato Grosso do Sul, a ação contará com auxílio jurídico e distribuição de mudas e sementes de hortaliças para as 203 famílias da região do Taquari beneficiadas com esta etapa do programa.

Com a participação de várias pastas da Prefeitura de Corumbá, que coordena a ação por meio da secretaria especial de Integração das Políticas Sociais, os ribeirinhos serão beneficiados com atendimento de dois médicos, dois enfermeiros, dois dentistas e dois vacinadores. Os atendidos receberão doses das vacinas BCG, Hepatite, Tetravalente, Tríplice Viral, dupla adulto, Gripe, Meningite e Pneumococo. Os profissionais fazem parte do quadro de funcionários da secretaria municipal de Saúde.

Divulgação

Ribeirinhos recebem diversos tipos de atendimentos durante ação

A secretaria municipal de Assistência Social e Cidadania, por meio do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) Intinerante, vai distribuir cestas básicas, mosquiteiro, cobertores e kit páscoa para as crianças. Os produtos foram adquiridos com recursos do Fundo Municipal de Investimento Social (FMIS). Os ribeirinhos também receberão roupas obtidas através de doações da sociedade corumbaense ou pela Receita Federal.

Entre as inovações da edição de 2012 está a participação de uma defensora pública que vai integrar a equipe do Povo das Águas. De acordo com a secretária especial de Integração das Políticas Sociais, Beatriz Cavassa Ribeiro, a parceria entre o Município e a Defensoria foi um pedido dos próprios ribeirinhos. "Inicialmente ela fará um levantamento das pessoas quem não têm documentos. Em uma segunda fase, será feito um estudo para regularizar a questão da titularidade das terras onde essas famílias vivem", explicou a primeira-dama.

Beatriz acompanhou o embarque da equipe na noite de terça-feira (20) e deu as boas vindas aos novos integrantes do grupo que estão tendo a oportunidade de levar serviços às famílias ribeirinhas que residem em regiões de difícil acesso. "Esta é a primeira ação do ano, a 16ª desde que o programa foi implantado. O serviço será em uma região difícil de trabalhar, de navegar. Apesar das dificuldades, é uma tarefa gratificante, que engrandece o ser humano", comentou.

A secretária pediu empenho de todo o grupo para que realize, principalmente, um trabalho em equipe, visando atender uma população sofrida na região do Taquari. Para melhor atender a população durante os períodos de intervalo entre uma ação e outra na região, a Fundação do Meio Ambiente e Desenvolvimento Agrário (Funterra) vai distribuir mudas de cebolinha e sementes de hortaliças (alface, cenoura, beterraba, salsa e coentro). A secretaria municipal de Educação vai promover oficinas com as crianças repassando técnicas de uma horta suspensa utilizando garrafas pet.

Atendimentos

Nesta quinta-feira (22) o atendimento será no Porto Santa Ana, na Colônia do Cedro. Na sexta-feira os trabalhos estarão concentrados no Porto Sagrado, na região da Colônia São Domingos, com início previsto para as 08 horas. Já no sábado, a ação será dividida em dois locais, uma equipe ficará no Porto Figueira e a outra vai até o Porto Sairú, onde serão beneficiados os moradores da região do Bracinho. As informações são da Assessoria de Comunicação Institucional.

 

PUBLICIDADE