PUBLICIDADE

CD dos sambas-enredos de Corumbá reuniu intérpretes consagrados e novos talentos; ouça aqui

Lívia Gaertner em 27 de Janeiro de 2012

Em fase de finalização, o CD com os sambas-enredos do carnaval 2012 de Corumbá trará gravações realizadas em estúdio do Rio de Janeiro com intérpretes oficiais das escolas corumbaenses e também intérpretes convidados. O Diário teve acesso às gravações e disponibiliza para seus leitores os áudios abaixo.

A gravação, que é financiada pela Liesco (Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá) e pela Prefeitura Municipal de Corumbá, é um registro das composições que embalarão os foliões no desfile pela passarela do samba. De acordo com o produtor musical e artístico do CD, Wander Timbalada, que este ano, é intérprete da escola Marquês de Sapucaí, as gravações foram feitas usando o que de melhor existe na captação e tratamento de som.

"Foi usado o sistema ‘pro tools' totalmente moderno quando se fala de gravação. É a última geração de captação de sons e recursos de efeitos tanto em voz quanto em instrumentos. Usamos nos arranjos, o formato áudio visual para cada samba, colocando uma dramaturgia em algumas partes dos sambas, isto é, dos que permitiam fazer esta leitura" disse ao detalhar o recurso.

Divulgação

Gravação foi realizada em estúdio na cidade do Rio de Janeiro

"Esses efeitos foram feitos ou no início, ou no meio da melodia ou até mesmo no final do samba, visando remeter ao enredo da escola e ao sentimento em determinados trechos da melodia dos sambas. Ficou lindo demais", avaliou ao lembrar que entre os efeitos usados nos sambas estão: violinos, gritos de índio, som de assombração, canto de passarinhos, porém "tudo dentro da concepção de cada samba".

O produtor Wander avalia que o resultado mostra uma qualidade superior a de anos anteriores. E atribui isso à equipe de gravação, aos intérpretes e aos compositores. "Meu objetivo como produtor é buscar sempre o melhor a cada ano que se passa. Agradeço a Deus, aos anjos da música e a todos os orixás por terem iluminado a mim e a minha equipe para que conseguíssemos isso", disse.

Equilíbrio

Ele aproveitou para fazer uma análise dos sambas deste ano, dizendo que o nível está equilibrado entre o Grupo de Acesso e o Grupo Especial.

"A briga esse ano está dura a meu ver. Há muitos sambas bons no grupo de acesso e, no grupo especial, tudo pode acontecer, vai depender muito da interpretação e do empenho dos intérpretes para os sambas acontecerem na avenida. Está muito equilibrado, a qualidade é muito boa. Quem ganha um grande presente é o público que poderá ver um grande espetáculo nos dois dias de desfile", comenta.

Timbalada ressalta intérpretes de nomes consagrados dentro do cenário carnavalesco carioca e que trouxeram um brilho diferente à gravação, bem como aqueles que apesar de novos no meio, apresentam um desempenho rico em talento.

"O samba da Major Gama cresceu muito na voz do Celino Dias, que deu um verdadeiro show de interpretação. O cara é bom mesmo, tem vasta experiência em gravações do Grupo Especial, com passagens pela Tradição, inclusive cantando o samba que falava sobre o Sílvio Santos. O Rhychah, que é chamado o Pavarotti do Samba, deu uma aula de técnica vocal no samba da Caprichosos. Outro que ‘sacudiu a roseira' foi o Tiganá, que é um garoto muito bom, inclusive já ganhou o prêmio de melhor intérprete do Grupo B em 2009. Outra interpretação, que também me surpreendeu muito, foi do Mauro Sereno, que é um cara muito simples, está começando agora, mas tem talento e está se apresentando como uma revelação aqui no carnaval do Rio", detalhou em entrevista ao Diário.

Lançamento

Segundo o presidente da Liesco, Zezinho Martinez, a proposta da entidade é lançar o CD na primeira semana de fevereiro.

"Queremos que aconteça no lançamento oficial do carnaval de Corumbá durante o show da Claudia Leitte, dia 1º de fevereiro, no estádio Arthur Marinho, mas se não for possível desejamos que isso ocorra ainda na primeira semana do mês", contou.

Ele afirmou que estão sendo preparadas mil unidades dos CD's, que serão entregues para as dez agremiações que integram a Liesco. Cada uma delas é que determinará a forma pela qual farão a distribuição do material.

Ouça os sambas abaixo:

1 - Estação Primeira do Pantanal

2 - Caprichosos de Corumbá

3 - A Pesada

4 - Mocidade Independente da Nova Corumbá

5 - Império do Morro

6 - Marquês de Sapucaí

7 - Vila Mamona

8 - Unidos da Major Gama

9 - Acadêmicos do Pantanal

10 - Imperatriz Corumbaense

PUBLICIDADE