PUBLICIDADE

Gestora do Detran vai à Câmara reforçar ações da campanha Maio Amarelo

Da Redação em 10 de Maio de 2022

Divulgação/Câmara de Corumbá

Andrea Moringo fez uso da palavra na Câmara para destacar importância do Maio Amarelo

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS) está cumprindo em Corumbá, mais uma etapa da Campanha Maio Amarelo visando reduzir acidentes e mortes no trânsito que, este ano, tem como tema “Juntos Salvamos Vidas”.

As ações estão ocorrendo em todo o interior do Estado e, na noite de segunda-feira, 09, uma equipe da Diretoria de Educação de Trânsito participou da sessão ordinária da Câmara Municipal de Vereadores, para divulgar a programação.

A agenda foi viabilizada pelo vereador Alexandre Vasconcellos junto com o gerente da Agência Regional do Detran em Corumbá, Carlos Davi Jimenez Paz, e contou com a presença de Andrea Moringo da Silva, gestora de Educação e Segurança de Trânsito, que utilizou a tribuna do Legislativo corumbaense para reforçar as ações do Maio Amarelo.

Andrea destacou que o trabalho está sendo realizado como forma de conscientizar a população para, cada vez mais, proteger no trânsito, por meio de palestras em empresas, escolas, abordagens educativas e experiências com óculos simuladores de embriaguez.

Na cidade, a campanha é realizada em conjunto com a Prefeitura, Gerência do Detran, Polícia Militar, Centros de Formação de Condutores, Corpo de Bombeiros, entre outros. Ganhou também apoio da Câmara dos Vereadores.

O Maio Amarelo

Divulgação/Câmara de Corumbá

Vereadores puderam participar de simulação com óculos de realidade virtual

A gestora explicou que a Campanha do Maio Amarelo teve início em 2014 e nasceu com uma só proposta: chamar a atenção da sociedade pelo alto índice de mortos e feridos no trânsito, todos os anos. E conclamou: “é preciso juntar o poder público e a sociedade civil para juntos salvarmos vidas”.

“Quando a gente fala de trânsito, vem à mente os órgãos responsáveis pelo trânsito, o Detran, a Agetrat aqui em Corumbá. Mas, o trânsito é uma questão social, é um problema de todos, porque quando uma pessoa perde sua vida no trânsito, toda sociedade é impactada”, observou.

Enfatizou que a Campanha do Maio Amarelo foi instituída para que “toda a sociedade possa refletir e buscar ações com o objetivo de chamar a atenção para essa problemática”, lembrando que, após o pico da pandemia da covid-19, aumentaram as infrações de trânsito devido ao uso de celular, bem como o número de motoboys em vias públicas, e que isso traz consequências graves.

Mas, a maior preocupação continua sendo o álcool que pode alterar percepções e comportamentos, aumentar a agressividade e diminuir a atenção prejudicando a aptidão de um condutor e tornando a direção veicular insegura.

“Nós viemos a Corumbá trazendo novamente uma experiência que já foi feita no passado, que é a utilização do óculos de realidade virtual que mostra alteração da capacidade psicoativa por parte da pessoa que ingere a bebida alcoólica, mostrando que álcool e direção não combinam ”, explicou.

O presidente da Câmara, vereador Roberto Façanha, no final da explanação de Andrea Moringo, suspendeu a sessão por 10 minutos, para que os próprios vereadores pudessem participar de uma simulação com o óculos, e o resultado não foi nada positivo. Mostrou que a bebida é realmente, uma das grandes causadoras de acidentes com vítimas fatais

As informações são da assessoria de imprensa da Câmara de Vereadores. 

PUBLICIDADE