PUBLICIDADE

Autorizada aplicação da dose de reforço contra covid-19 em pessoas acima de 18 anos

Da Redação com Portal de Notícias de MS em 16 de Novembro de 2021

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Pessoas com mais de 18 anos vão poder tomar a dose de reforço; mas cada município define a estrutura de atendimento

A Secretaria de Estado de Saúde (SDES) autorizou os municípios a aplicarem a partir desta quarta-feira (17) a dose de reforço da vacina contra a covid-19 em pessoas com idade acima de 18 anos, que completaram o esquema vacinal há 4 meses. A decisão ocorreu após o Ministério da Saúde anunciar a ampliação da dose de reforço. No entanto, a pasta nacional informa que o período de esquema vacinal deve ser de cinco meses.    

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, enfatizou que a aplicação da dose de reforço é importante para a continuidade do combate à pandemia. “A dose de reforço tem como objetivo ampliar a resposta imune de quem já completou o esquema vacinal. É de extrema importância que a população compareça para tomar a sua dose de reforço”, completou. 

Segundo o levantamento realizado pela SES, com base no Vacinômetro MS, Mato Grosso do Sul registrou o percentual de 96,48% de vacinados com a primeira dose de vacina e 85,16% da população a partir de 18 anos imunizada com duas doses ou dose única.   

Atualmente, a SES conta com estoque de aproximadamente 349.700 doses de vacinas entre Astrazeneca (18.700), Pfizer (307.000) e Coronavac (24.000), sem contar as 157.971 doses que estão na rede de frio dos municípios. O total em estoque chega a 507.671 doses. 

A Secretaria destaca a importância de as pessoas que não tomaram a primeira dose da vacina procurarem os postos de vacinação para iniciarem o processo de imunização e também para a aplicação da segunda dose para aquelas pessoas que já tomaram a D1.  

“A vacinação é a melhor evidência na prevenção de novas catástrofes junto a esta população, onde vidas já foram ceifadas durante a pandemia do Coronavírus”, enfatizou Geraldo Resende.

Cada município vai definir a estrutura de atendimento para aplicação da dose de reforço aos novos públicos. (matéria editada para posição do Ministério da Saúde sobre o intervalo do esquema vacinal)

PUBLICIDADE