PUBLICIDADE

PF e PC desarticulam organização criminosa envolvida no tráfico de drogas em Corumbá

Leonardo Cabral em 28 de Maio de 2021

Diário Corumbaense

Homem preso na operação chegando na Delegacia da PF

Com o objetivo de desarticular uma organização criminosa voltada ao transporte de cocaína através de rodovias que ligam Corumbá a outros estados do país, a Polícia Federal, em ação conjunta com a Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico da Polícia Civil (Denar MS), deflagrou nesta sexta-feira (28) a operação Ouro Branco.

Um mandado de prisão foi cumprido, mas a PF não divulgou nome. O preso, de 41 anos, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Federal, na região central da cidade. O Diário Corumbaense apurou que foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e três pedidos de sequestro de bens. Cerca de R$ 10 mil foram apreendidos, além de mídias e documentações. Um estabelecimento comercial, na parte alta da cidade, foi alvo da operação. 

Segundo a PF, o grupo investigado já atuava no tráfico de drogas na região de fronteira há mais de um ano e é responsável pelo transporte de, pelo menos, 737 quilos de entorpecentes. Essa quantidade foi apreendida pelas Polícia Federal e Civil do Mato Grosso do Sul durante esse curto período.

Diário Corumbaense

PF em um dos locais alvo da operação na parte alta da cidade

Conforme a investigação, convertida em valor de mercado, todo o entorpecente apreendido representaria atualmente cerca de R$ 15 milhões.

Ouro Branco

O nome da operação Ouro Branco faz alusão à cor branca do cloridrato de cocaína, que é uma das principais características do produto traficado pela Organização Criminosa. Também revela outro aspecto ligado aos vultosos valores movimentados nessas operações de compra e venda de entorpecentes.

A Polícia Federal reforça que a pandemia não afetou as investigações e ações da instituição, principalmente na repressão aos crimes de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro nas regiões de fronteira. Nas operações, as equipes seguem as medidas de biossegurança para evitar o contágio da covid-19.

Denúncia

A Delegacia da Polícia Federal em Corumbá mantém canal de denúncias anônimas através do e-mail uip.cra.ms@pf.gov.br e do telefone 67 99131-9355. O sigilo da identidade é mantido. 

PUBLICIDADE