PUBLICIDADE

Grupo de haitianos é expulso da Bolívia após entrar no país pela fronteira com Corumbá

Leonardo Cabral em 27 de Maio de 2021

Foto enviada ao Diário Corumbaense

Haitianos estavam em uma casa, esperando para seguir viagem

Grupo com 38 haitianos, entre adultos e crianças, que entrou na Bolívia pela fronteira com Corumbá,  foi expulso do país vizinho. Eles foram flagrados em uma casa, amontoados, à espera para seguir viagem para o México. Todos estavam irregulares.

Ao Diário Corumbaense, o comandante da Polícia de Fronteira, Franklin Villazón Sustach, informou que os haitianos entraram na Bolívia, vindos de Corumbá, utilizando estradas cabriteiras e que policiais da Força Especial de Combate ao Crime de Puerto Quijarro, foram ao local ao perceberem a quantidade de estrangeiros que andavam pela área.

Na operação, três pessoas foram presas. Supostamente, eles deram abrigo aos estrangeiros que pretendiam chegar a Santa Cruz de La Sierra, depois seguir para La Paz, cruzar a fronteira com o Peru e ir para o México, em busca de trabalho.

Foto enviada ao Diário Corumbaense

Um brasileiro teria cobrado 50 dólares por pessoa para que cruzar a fronteira

“Esse grupo foi vítima de uma rede internacional de tráfico de pessoas, parte de uma organização criminosa transnacional. Um brasileiro aparece como o líder por tê-los cruzado para a Bolívia e cobrado 50 dólares por pessoa", disse Villazón.

Esse brasileiro fugiu para uma mata durante a abordagem policial. O diretor de Migração da Fronteira assumiu o caso e iniciou a expulsão dos 38 haitianos.

A reportagem entrou em contato com a Polícia Federal, porém, foi informada que até então, não foram acionados sobre o fato.

Com informações jornal Clave 300. 

PUBLICIDADE