PUBLICIDADE

Jovem morre ao subir em capô de carro para impedir namorado bêbado de dirigir

Campo Grande News em 15 de Maio de 2021

Kisie Ainoã/Campo Grande News

Jovem morreu com múltiplas fraturas depois de ser atropelada

Mariana Vitória Vieira, de 19 anos, morreu na madrugada deste sábado (15) ao ser atropelada. Ela tentava impedir o namorado bêbado de dirigir. Rafael Souza, também de 19 anos, foi preso em flagrante por feminicídio, pela Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher). 

O caso ocorreu por volta das 04h30, na Avenida Arquiteto Rubens Gil de Camillo, no bairro Santa Fé, em Campo Grande.

De acordo com a Polícia Militar, Rafael contou que os dois estavam bebendo em um bar, na Avenida Afonso Pena, quando começaram a discutir. O jovem disse que pegou a chave do carro para ir embora, mas Mariana viu que ele estava muito alterado e disse "não sai com o carro que você vai morrer".

Conforme a polícia, a jovem então subiu no capô do veículo tentando impedir que Rafael dirigisse bêbado. Mas ele "arrancou" com o carro mesmo assim, indo da Avenida Afonso Pena em direção à Via Parque.

Ao fazer uma curva, para entrar na  Avenida Arquiteto Rubens Gil de Camillo, Rafael perdeu o controle do veículo, bateu em um poste e arremessou a namorada alguns metros à frente. O jovem ainda passou com o carro por cima de Mariana e só parou o veículo cerca de 50 metros à frente.

Em teste de etilômetro, o resultado foi de 0,89 mg de álcool por litro de sangue no corpo de Rafael. Momentos após ser algemado e colocado na viatura da PM, investigadores da Deam chegaram ao local e prenderam Rafael por feminicídio.

De acordo com a perícia, Mariana morreu com múltiplas fraturas e haviam marcas de pneu na barriga da jovem. Rafael não teve ferimentos, mas, de acordo com apuração da reportagem, estava muito abalado e, antes de ser preso, chorava próximo ao corpo da namorada. Ele foi levado para a Deam, que vai investigar o caso. 

PUBLICIDADE