PUBLICIDADE

Saúde abre novas faixas etárias para vacinação de diabéticos, educadores físicos, trabalhadores da educação e do transporte coletivo

Rosana Nunes em 02 de Maio de 2021

Divulgação

Vacina AstraZeneca vem sendo aplicada; Coronavac ainda está em falta

Nesta segunda-feira, 03 de maio, a Secretaria de Saúde de Corumbá abre a vacinação contra a covid-19 para diabéticos com 18 anos ou mais, desde que apresentem laudo médico; educador físico acima de 30 anos; trabalhadores da educação com mais de 40 anos e do transporte coletivo urbano acima de 18 anos e que estejam na ativa. Estes três últimos grupos devem apresentar documento que comprove a função. 

São dois pontos de drive thru: no Poliesportivo da Porto Carrero e na praça CEU, no bairro Jardim dos Estados, que vão funcionar das 07h30 às 16h. Quem não dispor de transporte, pode procurar o ponto fixo que também atende nos dois locais. 

Quem irá receber a primeira dose deve realizar o cadastro no site http://vacina.corumba.ms.gov.br/coronavirus/. É obrigatório inserir o número do cartão do SUS (Sistema Único de Saúde). O município reitera que está seguindo o Plano Nacional de Vacinação, e que a imunização dos grupos prioritários está ocorrendo de forma gradativa. Conforme a chegada de novas doses, será aberta para outras idades e demais comorbidades.

Coronavac 

Até este domingo, 02 de maio, Corumbá recebeu 30.147 doses de vacinas e aplicou 28.281, segundo o Vacinômetro da Saúde Municipal. A aplicação da segunda dose da vacina Coronavac ainda está suspensa na cidade. As pessoas que estão no período de serem imunizadas, só serão convocadas quando as doses chegarem, informou a Secretaria Municipal de Saúde. 

O Ministério da Saúde orienta que a população deve tomar a segunda dose da vacina covid-19 mesmo que a aplicação ocorra fora do prazo recomendado pelo laboratório, e reforça a importância de se completar o esquema vacinal para assegurar a proteção adequada contra a doença. As recomendações estão na norma técnica Nº 457/2021-CGPNI/DEIDT/SVS/MS divulgada pelo Programa Nacional de Imunização (PNI).

Comentários:

Raphael Nabor : Os bancários devem entrar nessa fila pois atendem muita gente diariamente!

PUBLICIDADE