PUBLICIDADE

PRF confirma morte em acidente na BR-262 e bloqueia trecho por causa da fumaça das queimadas

Rosana Nunes em 27 de Setembro de 2020

Divulgação/PRF

No momento do acidente, fumaça das queimadas prejudicava a visibilidade

A Polícia Rodoviária Federal confirmou a morte de um homem de 60 anos, vítima de acidente ocorrido na manhã deste domingo (27), no km 683 da BR-262, entre o Buraco das Piranhas e a ponte sobre o rio Paraguai, no Porto Morrinho. A região fica distante cerca de 100 km da área urbana de Corumbá. 

A vítima fatal, natural de Dourados, conduzia um caminhão baú, placas de Bodoquena/MS e fazia frete de mudança de Campo Grande para Corumbá. Ele ficou preso nas ferragens e não resistiu à colisão frontal com uma carreta, placas de Presidente Bernardes/SP.

Divulgação/Bombeiros

Motorista de caminhão baú ficou preso nas ferragens e morreu no local

No caminhão, também estavam uma mulher de 23 anos e o filho de 4 anos, que foram resgatados por equipe do Corpo de Bombeiros Militar e trazidos para o pronto-socorro de Corumbá. Não há detalhes sobre o estado de saúde de ambos, apenas que o menino sofreu um corte na cabeça. 

O motorista da carreta não se feriu. No momento do acidente, a fumaça das queimadas tomava conta dos dois lados da pista, prejudicando a visibilidade, o que pode ter contribuído para a colisão.  

Tráfego interrompido

Há vários focos de incêndio entre Miranda e Corumbá. Bombeiros e brigadistas combatem o fogo e a PRF interrompeu o tráfego de veículos no Buraco das Piranhas e na ponte sobre o rio Paraguai, até que a visibilidade melhore. (matéria editada para correção da idade da vítima fatal e atualização de informações)

Divulgação/PRF

Por causa da baixa visibilidade, PRF interrompeu tráfego até que as condições de visibilidade melhorem

PUBLICIDADE