PUBLICIDADE

Em 24 horas, MS registra mais 247 casos e chega a 5.237 notificações positivas de covid-19

Rosana Nunes em 21 de Junho de 2020

Mato Grosso do Sul agora registra 5.237 casos positivos de covid-19. Nas últimas 24 horas, foram mais 247 notificações da doença, segundo o boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde divulgado neste domingo, 21 de junho. 

Dos 5.237 casos confirmados, 2.424 estão em isolamento domiciliar, 2.621 estão sem sintomas e recuperados e 147 estão internados, além de quatro pacientes de outros estados e um da Bolívia. Já são 45 óbitos, o último é o de um caminhoneiro de 52 anos, hipertenso, que estava internado desde 06 de junho na Santa Casa de Corumbá e morreu no começo da tarde de sábado (20).   

Desde o início da pandemia, o Estado registrou 30.767 notificações de casos suspeitos da coronavírus em Mato Grosso do Sul. Destes, 22.725 foram descartados após os exames darem negativo para covid-19; 1.386 exames aguardam resultado do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) e 1.419 casos foram notificados e não encerrados pelos municípios.

Corumbá e Ladário

O boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde informa que Corumbá tem 191 casos positivos de covid-19. Os últimos dados municipais divulgados na tarde de sábado informou que dos testados positivos, 90 estão recuperados. A cidade já registrou três óbitos por coronavírus.

Corumbá é a setima cidade do Estado em maior número de casos da covid-19. Dourados lidera com 1.807 confirmações; depois vêm Campo Grande, com 1.142; Guia Lopes da Laguna, com 252; Três Lagoas, 213; Fátima do Sul, 210; Rio Brilhante, 195; Corumbá, 191; Paranaíba, 116; 165; Chapadão do Sul, 114; Itaporã, 95 casos positivos. 

O levantamento estadual informa que Ladário permanece com 26 notificações positivas.

Taxa de ocupação de leitos

Em relação à ocupação de leitos públicos nas macrorregiões de Saúde, em Corumbá, dos 20 leitos de UTI na Santa Casa, 25% são ocupados por pacientes com covid-19, 5% por pacientes suspeitos e 50% por pacientes sem coronavírus, totalizando 80% de ocupação. 

PUBLICIDADE