PUBLICIDADE

Associação inicia entendimento com empresa para internet estável na região

Da Redação em 24 de Janeiro de 2020

Divulgação

A ideia é utilizar a Linha de Transmissão de Corumbá, pertencente à Celeo Redes Brasil, para atender a região com serviço de Internet Banda Larga

A Associação dos Provedores de Internet do Estado de Mato Grosso do Sul (APIMS) iniciou entendimentos com a Celeo Redes Brasil S/A, responsável pela rede de energia elétrica da Linha de Transmissão de Corumbá, visando estabelecimento de parcerias para atender a região pantaneira com uma internet mais segura e estável, por meio da utilização do cabo OPGW.

Em atendimento a solicitações feitas pela Câmara Municipal, por meio do vereador João Mário, bem como por parte do prefeito Marcelo Iunes, o diretor-presidente da APIMS, Dário Jagher Burda Junior, encaminhou ofício ao diretor-executivo da Celeo Redes Brasil, Francisco Chica, visando estabelecimento de uma agenda positiva para tratar da questão.

O documento foi encaminhado no último dia 21 de janeiro, com um relatório detalhado dos fatos ocorridos em 2019, quando a região de Corumbá e Ladário ficou isolada do restante do País, por meio da internet, em virtude dos incêndios florestais que, além de provocar um desastre ambiental, atingiu a única rede de fibra ótica, de propriedade da Empresa Oi, que atende a região com Internet Banda Larga.

Os prejuízos foram enormes e isso levou o vereador a buscar apoio da APIMS, visando criar uma nova opção de Internet Banda Larga para a região pantaneira, por meio do cabo OPGW que é considerado altamente seguro e percorre a Linha de Transmissão de Corumbá, garantindo uma internet de qualidade, já que possui função de proteção contra descargas atmosféricas e a de transmissão de dados de voz.

A intervenção da APIMS junto à Celeo foi solicitada pelo próprio vereador Joao Mário por meio de um requerimento apresentando durante sessão do Poder Legislativo corumbaense. “A nossa iniciativa visa saber se há possibilidade de utilizar a rede de transmissão de energia para atender Corumbá e Ladário, com uma internet mais segura e estável, ficando livre dos apagões que estão ocorrendo até os dias atuais, causando sensíveis prejuízos às duas cidades”, explicou o vereador.

O diretor-presidente da APIMS, conforme o vereador, se colocou à disposição da região para buscar uma solução definitiva para o problema de Internet Banda Larga em Corumbá e Ladário. João Mário citou que, no documento encaminhado à Celeo Redes, Dário Jagher Burda Junior relatou com detalhes todos os fatos ocorridos nos últimos meses de 2019.

“A possibilidade de utilização da rede de transmissão através do cabo OPGW é a única alternativa de acesso imediato, seguro e estável, capaz de atender as necessidades de Corumbá e Ladário, proporcionando uma segunda infraestrutura de link para o fornecimento de acesso à internet, eliminando os problemas que continuam ocorrendo na região”, enfatizou o vereador.

A Celeo Redes Brasil S/A atua no desenvolvimento, construção e exploração de sistemas de energia em todo o território nacional, inclusive da Linha de Transmissão Corumbá. “O cabo já existe, passa na parte mais alta das torres de transmissão de energia em nossa região e atende somente a Energisa, e pode ser a alternativa para que tenhamos um serviço de qualidade”, comentou.

As informações são da assessoria de imprensa da Câmara de Vereadores. 

PUBLICIDADE