PUBLICIDADE

Prefeito se reúne com grupo que busca apoio para trazer mais uma opção de internet para Corumbá

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC em 26 de Novembro de 2019

Gisele Ribeiro/PMC

Prefeito recebeu membros de associação na tarde de ontem

O prefeito Marcelo Iunes recebeu na tarde de ontem, 25 de novembro, representantes da Associação dos Provedores de Internet de Mato Grosso do Sul (APIMS). O grupo esteve em Corumbá buscando apoio para trazer uma nova opção de internet para a região pantaneira.

O secretário municipal de Governo, Cássio Augusto da Costa Marques, o chefe da Casa Civil, José Antônio da Silva, o chefe de Gabinete, Elbio dos Santos Mendonça, o vereador João Mário, representando o Legislativo municipal, e um representante do 6º Distrito Naval também participaram da reunião.

O prefeito elogiou a iniciativa da Associação e colocou o Poder Público à disposição da APIMS para auxiliar no que for necessário. “Quem ganha com a concorrência é o consumidor. Mais empresas atuando em um mesmo ramo ajudam a baratear os preços e melhorar a qualidade dos serviços oferecidos”, avaliou Iunes.

De acordo com o presidente da APIMS, Dário Jagher Burda Junior, hoje são cerca de 318 empresas que prestam serviço de internet espalhadas pelos 79 municípios de Mato Grosso do Sul “Temos atualmente 55 associados,um volume chegando a quase 20% e a associação ainda é bem nova. Estamos completando  a primeira gestão de 3 anos”, explicou.

“É uma empresa que tem concessão de rede de transmissão e ela corta o Brasil inteiro. São aquelas torres imensas à margem da BR, que fazem a transmissão de energia. E nessa torre tem um cabo de fibra óptica que está lá parado. Nossa intenção é fazer uma parceria para que consigamos chegar até essa empresa e trazer uma rede de conectividade da Capital até aqui, fazendo redundância, ou seja, trazendo uma nova alternativa para Corumbá”, prosseguiu o presidente da APIMS.

Na avaliação do empresário, essa alternativa evitaria que a cidade ficasse novamente apagada digitalmente, como ocorreu nos meses de setembro e outubro, principalmente, quando queimadas na BR-262 danificaram cabos de fibra óptica da Oi, empresa que atende atualmente a região com internet banda larga.

Comentários:

Letícia Lima: Excelente iniciativa! Parabéns a todos os envolvidos.

PUBLICIDADE