PUBLICIDADE

Erro adianta horário de celulares e estudantes precisam de atenção

Campo Grande News em 03 de Novembro de 2019

Aconteceu de novo e em dia de Enem (Exame Nacional do Ensino Médio): usuários de smartphones de todo o Brasil voltaram a identificar erro nos aparelhos, que adiantaram o relógio em uma hora. A situação já havia ocorrido em 20 de outubro, quando o horário de verão entraria em vigor.

Em Mato Grosso do Sul, o risco de confusão para quem vai fazer as provas do Enem é maior ainda, porque o furo horário é diferente do de Brasília, em uma hora. Em Mato Grosso do Sul, 70 mil candidatos estão inscritos às provas. Por isso, o alerta: os portões abrem às 11h, fecham às 12h e a prova começa ao meio-dia e meia.

Segundo o site Tecnologia, do portal IG, a gigante Google emitiu nota informando as alterações feitas pelo governo brasileiro no horário de verão impactaram o Banco de Dados Global da IANA (Autoridade para Atribuição de Números da Internet), sistema utilizado por celulares e outros dispositivos eletrônicos para a hora certa.

"Na prática, isso significa que alguns celulares possivelmente não tenham a informação necessária para evitar que o relógio dos aparelhos seja alterado automaticamente como se o horário de verão ainda estivesse valendo", afirmou a empresa.

A primeira mudança no horário de verão aconteceu ainda no governo Michel Temer (MDB), quando ele alterou a data de início do horário de verão do terceiro domingo de outubro para o primeiro domingo de novembro. Em 2019, o presidente Jair Bolsonaro decidiu revogar a medida.

PUBLICIDADE