PUBLICIDADE

Operação Kratos deteve quatro e apreendeu munições, dinheiro, arma de fogo e drogas

Leonardo Cabral em 19 de Agosto de 2019

Divulgação/6º BPM

Policiais apreenderam dinheiro, munições, armas de fogo e droga durante a operação

Mulher identificada como Thayná Gomes Modesto, de 24 anos, e quatros homens - Jamilson Pereira do Carmo (42), Charles Wanderson Gonçalves de Matos (27), Luciano Ferreira Miranda (32) e Jackson Luiz Costa Rosa (28) -, foram presos durante a operação Kratos, deflagrada nesta segunda-feira, 19 de agosto, nas cidades de Corumbá e Ladário. Ainda foram apreendidas drogas, munições, arma de fogo e pouco mais de R$ 27 mil que estavam em poder de um dos presos.

A operação foi realizada pelas Polícias Civil, Militar, Federal, Rodoviária Federal e a Agepen (Agência do Sistema Penitenciário).

Dos cinco presos, três foram por cumprimento de mandados de prisão: Charles Wanderson, o "Mata Rindo", por homicídio qualificado e envolvimento em organização criminosa; Luciano Miranda, por roubo, e Jackson por evasão do sistema prisional.

A quantia de R$ 27.660,00 estava em poder de Jamilson Pereira, preso em sua residência, no Loteamento Pantanal. Com ele, ainda foram apreendidas duas armas de fogo, sendo uma delas revólver calibre 38 - com capacidade para cinco munições - e nove munições intactas do mesmo calibre.

Todo o dinheiro apreendido estava dentro de uma sacola plástica, que continha R$ 26.360,00 dividida em sete porções de cédulas de dinheiro nacional de 20,50 e 100 reais, e no bolso de Jamilson, estava a quantia de R$ 1.300,00 totalizando o valor R$ 27.660,00.

Já a mulher, Thayná Modesto, foi presa em ônibus que fazia o itinerário Corumbá/Campo Grande por tráfico de drogas. Ela engoliu 50 cápsulas de cocaína e viajaria para Roma, na Itália. 

Apreensão de maconha

Na manhã desta segunda-feira, 19, a equipe da Força Tática da Polícia Militar também apreendeu 10 quilos e 300 gramas de maconha. A droga estava escondida em uma casa supostamente abandonada, localizada numa área conhecida como “Morro do Formiga”, no bairro Popular Velha.

Os policiais foram até o local depois que denúncia apontou que o imóvel servia como “depósito” de motos furtadas e também era um ponto de distribuição de maconha para toda a cidade. Um homem foi abordado no local, pois aparentava fazer a "guarda" da área e ao ser indagado disse que não tinha conhecimento de nada.

Divulgação

Maconha apreendida totalizou cerca de 10.300 kg

Ao entrar, a equipe da Força Tática encontrou uma porção de maconha e em sequência, ao redor do imóvel, localizou uma sacola tipo mala, com mais tabletes do entorpecente. O indivíduo que estava no local, foi novamente questionado e acabou confessando que todo o entorpecente pertencia a um homem de 29 anos.

Os policiais foram até a residência do suposto proprietário da maconha, mas ao perceber a presença da guarnição, ele fugiu. No entanto, a esposa dele autorizou a entrada dos pm's, que encontraram mais maconha, totalizando os 10,3 quilos da droga, além de quatro cartuchos de munição calibre 12.  

PUBLICIDADE