Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
27 de Julho de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Um CRAS em Corumbá

Da Redação em 07 de Julho de 2016

Motoristas insensíveis - Tem gente que insiste em acreditar que pode atropelar cachorros só porque estão na rua, como se a culpa disso fosse deles. Não é a primeira vez que ouvimos histórias de motoristas que atropelaram e mataram cães e gatos pelo simples “prazer” de matá-los. Se o coração não se importa com a vida dos animais, talvez com a punição da Justiça, esses criminosos comecem a se importar.

Registro na delegacia - É importante que pessoas que tenham visto motoristas atropelarem animais, principalmente se for de propósito e não prestarem socorro, registrem isso na Delegacia de Polícia Civil através de boletim de ocorrência. É melhor ainda quando quem registra a ocorrência é o dono do animal, pois, só assim, poderá haver uma investigação e posteriormente punição do motorista. É necessário que tenha a placa do veículo ou se for carro de empresa, que tenha ao menos o nome da empresa, a hora exata e o local do fato.

Luta pela punição - Algumas pessoas acreditam que fazer boletim de ocorrência não dá em nada, já que a pena para esses casos é de um ano e multa, mas é importante que o motorista seja punido porque, se fizer outra vez, fica claro na Justiça que ele não é réu primário. Por isso, a importância de se registrar boletim de ocorrência e lutar pela punição.

Não justifica - O fato de Corumbá ter muitos cachorros de rua ou cães que têm donos, mas que escapam de suas casas de vez em quando, não justifica o atropelamento desses animais. Não custa nada esperar o bichinho atravessar a rua.

Teoria comprova - A Teoria do Link comprova que as pessoas que maltratam animais têm grande probabilidade de fazerem a mesma coisa com sua própria família. Pesquisa feita pelo FBI mostrou que uma pessoa que maltrata animais, seja de qual espécie for, tem grande chance de se envolver com crimes contra humanos. A Teoria do Link aponta os maus tratos contra os animais como um dos comportamentos “alerta”, essas pessoas podem apresentar traços mais elevados de violência e insensibilidade.

Farol baixo - A partir de amanhã (08), entra em vigor a lei do farol baixo nas rodovias do Brasil. Todos os motoristas devem manter acessos os faróis durante o período diurno. O objetivo é manter elevada a atenção do motorista que vem no sentido contrário e diminuir acidentes. O condutor que descumprir a lei pega quatro pontos na certeira e multa.

Respeitando a lei - A página da Prefeitura de Corumbá no Facebook vai ficar sem atualização. O motivo é a lei eleitoral. O anúncio explicando a medida foi publicado na própria fan-page: “Durante o período pré-eleitoral, que se iniciou dia 2 de julho, as nossas redes sociais vão dar um tempo por conta da Legislação Eleitoral (Lei nº 9504/97, artigo 73,VI,b). As coisas aqui pelo Face vão ficar meio paradas, mas isso não significa que o nosso trabalho será interrompido. Só teremos que suspender algumas postagens que possam ser interpretadas como publicidade”, informa o texto. A iniciativa vai até o término das eleições.

Um CRAS em Corumbá - Corumbá pode contar com um Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) instalado aqui no município. O projeto está pronto, foi elaborado pela Fundação de Meio Ambiente do Pantanal, mas por conta do alto custo precisa de parceiros para sua execução. Não é apenas construir o CRAS, mas manter, pagar funcionários, comprar remédios e alimentos para os animais que para lá forem encaminhados para tratamento. A semente foi plantada e o Poder Público busca recursos. Uma vez implantado ninguém mais precisará ver capivaras, tuiuiús, antas, onças e outros bichos pantaneiros serem levados daqui para Campo Grande.
 

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE