Prefeitura inicia em fevereiro uso do fumacê para combater proliferação de mosquitos

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC em 19 de Janeiro de 2018

A Prefeitura de Corumbá inicia em fevereiro a aplicação de inseticida com o carro fumacê. A proximidade com o período de carnaval, quando aumenta a circulação de pessoas na cidade, é um dos fatores para a adoção da medida.

“Na época que antecede o carnaval, como de costume, vamos usar o fumacê. É um período em que a circulação de pessoas é muito grande. No momento, os índices de notificação de doenças como dengue, zika, chikungunya não justificam o uso do fumacê. Não estamos em situação de alerta, é um instrumento usado para controlar epidemias. Se usarmos muito o fumacê, quando precisarmos realmente, não teremos o resultado desejado, tem que ter muito critério para o uso”, explicou Viviane Ametlla, gerente de Vigilância em Saúde.

Ela explicou que há, de fato, muito mosquito na cidade. Mas, o uso do fumacê requer critérios que devem ser observados em razão de o inseticida utilizado ser forte. “O fumacê tem como inseticida usado o malation, que é forte e pode causar danos à saúde e ao meio ambiente, e isso é mais um motivo para critérios. Hoje, a cidade está com muito mosquito, até por causa das chuvas. Mas, muitos são mosquitos pantaneiros. É claro que tem os mosquitos da dengue, leishmaniose e a população deve ficar atenta”, completou.

Viviane informou que a aplicação do inseticida é importante para eliminar os mosquitos adultos, sendo desenvolvido nas primeiras horas da manhã e final de tarde. “É nesse horário que conseguimos maior efetividade, os estudos já comprovaram isso. Não adianta aplicá-lo ao meio-dia, ou três da tarde, por exemplo. Os fatores solares também interferem na eficácia do inseticida”, disse. 

PUBLICIDADE