PUBLICIDADE

Dourados: PMs levam tapas e chutes e pastor é detido após denúncia de som alto em igreja

Campo Grande News em 12 de Maio de 2021

Pastor de 26 anos foi preso após agredir policiais militares dizendo que "foram enviados pelo demônio". A confusão aconteceu ontem (11), em uma igreja de Dourados.

Tudo começou durante o culto realizado na igreja, quando pessoas denunciaram o pastor por perturbação de sossego. Os militares foram até o local, mas quando chegaram o culto já tinha acabado. Então, ele foi orientado para que no próximo evento, fosse mais calmo.

Irritado, o pastor disse em alto e bom tom que gosta de fazer barulho nas suas pregações. Os policiais fizeram um boletim de atendimento e foram embora. Horas depois, a polícia foi acionada novamente para ir até a igreja. No local, os militares tentaram conversar com o pastor que continuava gritando e estava descontrolado.

Durante a abordagem, ele falou que os policiais eram pessoas enviadas pelo demônio e que ora sempre para bandidos e pessoas de má conduta. Nervoso, o pastor ainda disse que não deveria ser detido por ser um homem enviado por Deus e que "tem total liberdade para expulsar demônios ao redor da sua igreja com som alto".

Ao tentar imobilizá-lo, o autor passou a agredir os militares com tapas nos braços. Posteriormente, os policiais conseguiram algemar o pastor. No entanto, ao colocá-lo dentro do compartimento da viatura, ele passou a chutar os militares. Os chutes continuaram até mesmo dentro da viatura, na intenção de danificar o veículo, segundo informações do boletim de ocorrência.

O pastor foi levado para Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Dourados, onde continuou gritando. Agora, ele vai responder por resistência e perturbação do trabalho e sossego alheio. 

PUBLICIDADE