PUBLICIDADE

Adolescente que convive desde os 12 anos com homem é agredida e pede socorro

Leonardo Cabral em 14 de Abril de 2021

Adolescente de 17 anos, foi trazida de uma fazenda, localizada na região da Nhecolândia, Pantanal de Corumbá, na tarde de ontem (13) após ter sido agredida pelo companheiro de 22 anos. O casal mora na propriedade há cinco meses, mas está junto desde que a vítima tinha 12 anos. As agressões aconteceram na madrugada de terça.

A vítima, que trabalha como cozinheira na fazenda, relatou que antes de ser agredi-la, o acusado estava ingerindo bebida alcoólica, momento em que começou a enforcá-la. Depois deu tapas e socos em seu rosto, causando ferimentos e lesões. A vítima saiu correndo, se escondeu e levou o celular. Ela tirou fotos de como o rosto ficou após a agressão e enviou para a mãe, que mora na parte alta de Corumbá. Ela foi até a Delegacia de Polícia Civil denunciar o caso. O proprietário da fazenda, ao ficar sabendo, foi buscar a vítima e a trouxe para registro da ocorrência.

Já no Distrito Policial, por volta das 16h, a agredida contou o que havia acontecido. Mencionou que convivia com o marido desde os 12 anos de idade e que sempre o acompanhou nos trabalhos em fazendas.

Ainda conforme ela, aos 14 anos, descobriu uma traição dele e também o traiu. Após esses episódios, eles reataram o relacionamento, porém, toda vez que o homem faz uso de bebida alcoólica, se lembra da traição e inicia discussão. Ainda de acordo com ela, essa foi a primeira vez que ele a agrediu fisicamente. Antes, eram empurrões e xingamentos.

Durante o registro do boletim de ocorrência 136/2021, na Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM), o qual o Diário Corumbaense teve acesso, a vítima disse que deseja medidas protetivas de urgência. Ela ainda revelou que as agressões aconteceram na frente do pai do acusado, que não fez nada, apenas ria da situação.

O autor está foragido e a suspeita é que ele tenha ido para Campo Grande, para a casa de uma irmã.

PUBLICIDADE