PUBLICIDADE

Governo cede e tráfego de caminhões pesados é normalizado na fronteira

Leonardo Cabral em 15 de Janeiro de 2021

Diário Corumbaense

Trafego para o transporte pesado foi normalizado na fronteira

Após 48h, o tráfego na fronteira de Corumbá com a Bolívia, foi normalizado. Caminhões de cargas que estavam proibidos de cruzar o território entre os dois países, tiveram a circulação liberada pelos manifestantes do setor de transporte pesado ontem (15).

Ao Diário Corumbaense, o presidente do Sindicato do Transporte Pesado da Província de German Busch, Angel Saavedra, tinha adiantado que o bloqueio seria suspenso caso o governo atendesse a categoria. “O que estávamos reivindicando, o governo acabou cedendo, então, temos mais seis meses de prazo, para pagar empréstimos aos bancos. Por isso, o tráfego normalizou na fronteira”, disse.

A mobilização, que aconteceu em todo território boliviano, pedia a prorrogação do pagamento de empréstimos bancários por mais seis meses do setor do transporte pesado, por não ter conseguido se recuperar da forte crise econômica que atravessa o país, em decorrência do coronavírus.

Na região de fronteira, o ponto de bloqueio foi no cruzamentos das Avenidas Luis Salazar de la Vega e Bolivar, em frente a uma agência bancária. Veículos de grande porte foram colocados no meio da pista para impedir o trânsito de caminhões de cargas. Apenas carros de passeio estavam liberados.

No ano passado, o governo de transição estabeleceu o adiamento do pagamento dos empréstimos até janeiro deste ano, como medida para amenizar a economia dos diversos setores, afetados pelas restrições que foram implementadas para impedir o avanço do coronavírus. Mas uma vez que esse prazo expirou, as operadoras pediram formalmente ao novo governo que prorrogasse o prazo por mais seis meses, o que acabou acontecendo.

PUBLICIDADE