PUBLICIDADE

Getam apreende maconha, pasta base e dinheiro na parte alta de Corumbá

Leonardo Cabral em 30 de Maio de 2020

Homem de 36 anos e mulher de 21 anos, foram flagrados com maconha e pasta base, na tarde de  sexta-feira, 29 de maio, na parte alta de Corumbá. 

Conforme o boletim de ocorrência 2141/2020, o homem, que estava em uma motocicleta, foi visto em atitude suspeita no anel viário, pela equipe da Grupamento Especial Tático com Motos (Getam) do 6º Batalhão da Polícia Militar. Foi feito o acompanhamento tático e ordem de parada, mas o suspeito, que carregava duas bolsas, seguiu em alta velocidade.

No caminho, ele entrou na Alameda Amolar e jogou as bolsas que carregava em uma residência que já estava com o portão entreaberto e uma mulher o aguardava.

Diário Corumbaense

Foram apreendidos além das drogas, balanças, celulares e dinheiro

Logo depois, seguiu novamente em alta velocidade. Uma equipe policial ficou na residência e outra continuou seguindo o indivíduo, que acabou parando apenas em um projeto social que atende dependentes químicos. Durante a revista, foi encontrado com ele o valor de R$ 2.299,00.

O homem se mostrou bastante nervoso e afirmou que as bolsas não eram dele, que estava fazendo um "favor" a outro rapaz e que receberia a quantia de R$ 500,00 pelo “serviço”. Ainda revelou que as bolsas ficaram com ele por dois dias e que ao descobrir que tinha drogas, decidiu "devolvê-las".

Já na casa, a mulher que se identificou como esposa do suposto proprietário das bolsas, informou que de fato, elas pertenciam ao marido, que não estava no local. Ao fazer a revista, os policiais constataram que dentro das bolsas havia 4,431 quilos de maconha e 280 gramas de pasta base de cocaína, já preparados para venda. Também foram encontrados quatro balanças de precisão e plásticos para embrulhar os entorpecentes.

Com o flagrante, os pm’s realizaram buscas pela residência e apreenderam mais maconha em trouxas escondidas em cima de um televisor.

O homem e a mulher foram levados para a Delegacia de Polícia Civil. A filha dela, foi deixada com o avô. Já o indivíduo apontado como dono da droga, não foi localizado. O caso foi registrado como tráfico de drogas.

PUBLICIDADE