PUBLICIDADE

PM apreende droga e prende três por envolvimento em roubo de celular

Leonardo Cabral em 06 de Setembro de 2019

Dois indivíduos de 18 e 19 anos e um homem, de 31 anos de idade, foram presos por crime de receptação e porte de droga. Eles foram surpreendidos pela equipe da Força Tática da Polícia Militar de Corumbá, em frente a uma casa, localizada no bairro Cristo Redentor, às 20h de quinta-feira, 05 de setembro.

A atitude suspeita do trio acabou chamando a atenção dos policiais, que também viram um deles, jogando rapidamente um objeto no chão. Os suspeitos foram abordados e revistados. No bolso do short do indivíduo de 19 anos foi encontrada uma trouxinha de maconha, além de um aparelho celular. O outro, de 31 anos, que estava em uma motocicleta, também tinha uma trouxinha de maconha, outro celular e uma carteira que continha documentos pessoais e a uma nota de cem reais. Com o outro indivíduo, nada foi achado.

Em seguida, os pm's perguntaria sobre o objeto jogado no chão, uma sacola com um celular dentro. Nenhum deles se manifestou, levantando a suspeita de que o telefone poderia ser de origem de roubo ou furto.

Quando os policiais disseram que levariam todos para a delegacia, os suspeitos começaram a dizer um para o outro, que cada um assumisse a “fita”, pois, “na hora do crime é homem e tem que ser homem para assumir também”. Diante da confirmação de que o celular era produto de roubo/furto, o homem de 31 anos confessou que estava comprando naquele momento o telefone dos acusados de 19 e 18 anos. A versão foi confirmada por outro rapaz que estava junto com o grupo.

Todos os envolvidos foram levados para a 1ª Delegacia de Polícia Civil. O proprietário do aparelho, um adolescente de 15 anos, foi localizado pela guarnição. Acompanhado de sua mãe, ele informou que ao retornar da escola, dois indivíduos, cada um em uma bicicleta, o abordaram próximo a sua casa e, na posse de uma faca e sob ameaça, tomaram o celular e fugiram.

Para comprovar o envolvimento dos indivíduos que foram presos, as fotos deles foram mostradas à vítima, que os reconheceu como autores do roubo. 

PUBLICIDADE