PUBLICIDADE

Garoto que vivia na rua é executado em Ponta Porã; Polícia já tem suspeito

Campo Grande News em 30 de Agosto de 2019

Mbykymi Notícias

Corpo de garoto foi encontrado hoje de manhã no rodoanel de Ponta Porã

Apontado por uma testemunha, a Polícia Civil já tem um suspeito de participação na execução do menino João Paulo, em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande. Morador de rua, o garoto era dependente de drogas e para sustentar o vício praticava pequenos furtos em veículos e no comércio do centro de Ponta Porã e de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia separada apenas por uma rua.

O corpo foi jogado no rodoanel da cidade, trecho de terra no prolongamento da rua Guia Lopes, entre os bairros Estoril e São João. Pessoas que o conheciam afirmam que João Paulo não tinha família. Nem mesmo a idade exata da vítima é conhecida. Policiais que investigam o caso afirmam que ele tinha entre 11 e 14 anos. João Paulo foi morto a tiros de pistola calibre 380.

O rodoanel de Ponta Porã virou ponto de desova de cadáveres. É o quarto corpo encontrado na rua de terra em dois meses. A polícia ainda não informou se os assassinos do garoto fazem parte de algum grupo de extermínio que atuam na Linha Internacional.

Recentemente, pelo menos cinco pessoas foram executadas na região e as mortes foram assumidas pelo grupo “Justiceiros da Fronteira”. Cartazes com mensagens e a assinatura do grupo escritas com sangue foram deixados ao lado dos corpos. No caso de João Paulo, não havia nenhuma mensagem no local, segundo a polícia.

PUBLICIDADE