PUBLICIDADE

IFMS abre prazo de matrícula para especialização em docência

Da Redação em 12 de Fevereiro de 2019

Os selecionados para a especialização em Docência para a Educação Profissional, Científica e Tecnológica ofertada pelo Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) em seis municípios devem fazer a matrícula até o dia 20 de fevereiro. A seleção para as 240 vagas oferecidas em Campo Grande, Corumbá, Dourados, Naviraí, Nova Andradina e Três Lagoas foi feita por sorteio eletrônico, respeitando a divisão de vagas entre servidores do IFMS e público externo. O resultado final está disponível na Central de Seleção do IFMS

A matrícula deve ser feita nos endereços e horários indicados no edital (disponível na tabela ao final deste texto). O candidato deve apresentar originais e cópias do diploma de graduação, comprovante de quitação com as obrigações militares (para candidatos do sexo masculino), documento oficial de identificação com foto e CPF.  Também são necessários o requerimento de matrícula preenchido e assinado, uma foto 3x4 e comprovante de preenchimento do questionário socioeconômico.  

Para os candidatos que queiram equivalência à licenciatura, é necessário ainda uma declaração de comprovação de atual exercício na profissão docente na educação profissional técnica de nível médio ou comprovante de aprovação em concurso público para exercício da docência na área. Caso haja desistências de vagas até a segunda semana após o início das aulas, serão convocados para matrícula os candidatos da lista de espera, até o preenchimento das vagas ofertadas. 

Especialização

Tem carga horária de 360 horas, além de 60 horas para o término do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Além de encontros semanais, algumas disciplinas podem ser oferecidas a distância. A duração total do curso varia entre 18 e 24 meses. 

Aqueles que concluem a especialização recebem o título de especialistas na área, podendo atuar na educação profissional, científica e tecnológica. O curso também permite a equivalência à licenciatura para graduados não licenciados, já em efetivo exercício da profissão docente na área. O começo das aulas está previsto para a partir de 20 de fevereiro. Com assessoria de imprensa. 

PUBLICIDADE