PUBLICIDADE

Golpistas se fazem passar por morador de Corumbá desde 1992

Rosana Nunes em 11 de Janeiro de 2019

Ao fazer compras pelo crediário em uma loja de Corumbá, homem de 46 anos, descobriu que está com o "nome sujo" por causa do não pagamento de contas de energia elétrica registradas em seu CPF em municípios diferentes do Rio de Janeiro (Italva e Cabo Frio).

Ele foi em busca de mais informações e descobriu que golpistas vêm utilizando o nome dele desde 1992. A vítima garantiu que só ficou sabendo da situação agora. O caso foi registrado na quinta-feira (10) na 1ª Delegacia de Polícia Civil como "preservação de direito" e deve ser investigado. 


PUBLICIDADE