Campo Grande: ex-diretora da Fetems é encontrada morta dentro de casa

Campo Grande News em 02 de Setembro de 2018

Acervo pessoal

Maria Ildonei Lima, 70 anos

A professora e ex-diretora da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) Maria Ildonei Lima, 70 anos, foi encontrada morta na noite de sábado (1º) dentro de casa, no Jardim Leblon, em Campo Grande. Conforme a presidente em exercício da Fetems, Sueli Veiga, familiares da professora deram a falta dela durante o dia. O filho foi até a casa no Jardim Leblon e encontrou o portão aberto, porém a casa fechada.

O delegado Danilo Mansur, plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, disse que Ildonei foi encontrada morta no chão da sala, de bruços e com o crucifixo nas costas.

Ela tinha duas perfurações no corpo, uma no pescoço e outra no tórax. Foi justamente a espessura de cada ferimento que apontou a arma usada no crime. O crucifixo tem de 20 a 25 centímetros e estava com a ponta quebrada. “Depois do crime, o autor trancou a casa e fugiu”, detalhou Mansur.

O delegado relatou ainda que nenhuma movimentação foi vista por vizinhos na casa da vítima. “A família também não tinha conhecimento se a vítima tinha qualquer tipo de desavença”. Apesar de não descartar latrocínio - roubo seguido de morte - a polícia constatou que nada de valor foi levado do local.

Maria Ildonei foi diretora da Fetems na gestão passada. Atualmente ela estava à frente da direção do hotel da federação. “Chegava sempre cedo e trabalhava muito. Uma pessoa muito querida e adorada por todos”, lamentou Sueli.

PUBLICIDADE