Cumprindo 32 mandados, Gaeco tem movimentação intensa na Capital

Campo Grande News em 08 de Agosto de 2018

Marina Pacheco/CG News

Viatura do Bope chegando na sede do Gaego no Parque dos Poderes

A movimentação de equipes policiais foi intensa no Gaego (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado) durante a operação Grãos de Ouro, deflagrada nesta quarta-feira (08). Pelo menos 200 homens da Polícia Militar, do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especais) e do BPTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito) foram mobilizados, além do Batalhão de Choque no interior do Estado. Documentos e computadores foram apreendidos. 

Durante o entre e sai de viaturas, o corregedor-geral do Estado, José Aparecido Barcello de Lima, foi visto saindo do Gaego. Questionado se tinha conhecimento da operação, ele disse que ainda não sabia de nada e havia ido ao local buscar alguns documentos.

A ação cumpre 136 mandados, sendo 32 de prisão preventiva e 104 de busca e apreensão em sete Estados. As ordens judiciais são cumpridas em Mato Grosso do Sul, São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso.

Em Mato Grosso, são 10 mandados, sendo sete de busca e apreensão e três de prisão preventiva. A operação combate sonegação fiscal. Marcos Antônio Silva de Souza, funcionário da Assembleia Legislativa conhecido como Marcão, foi um dos alvos da operação. O Gaeco também prendeu o empresário Siloé Rodrigues de Oliveira e cumpriu mandados de busca e operação na Forte Corretora de Cereais, na Vila Planalto, em Campo Grande. 

O Gaeco fará coletiva de imprensa na parte da tarde para fornecer mais detalhes. 

PUBLICIDADE