Presas quatro pessoas da mesma família que tentavam levar carro roubado para a Bolívia

Rosana Nunes em 29 de Junho de 2018

Equipes da Força Tática e da Rádio Patrulha da Polícia Militar de Corumbá prenderam quatro pessoas, três homens, e uma mulher, na madrugada desta sexta-feira (29) por receptação de veículo roubado e adulteração de placa.

Divulgação/PM

Todos os detidos são de uma mesma família e moram em Cassilândia e tentavam levar Fiat Toro para a Bolívia

A PM recebeu a informação de que um veículo Fiat Toro, roubado há alguns dias em São Paulo, estava sendo trazido para a fronteira com a Bolívia com placa adulterada e já havia passado pelo pedágio da ponte sobre o rio Paraguai, que fica distante cerca de 70 quilômetros da área urbana da cidade.

Os policiais militares se posicionaram em pontos estratégicos e primeiro abordaram um Kadett. Nele estavam o condutor, de 24 anos, e uma mulher, de 22, que estava com a filha de 5 meses de idade. O veículo tinha restrição criminal e a equipe acabou confirmando que ele servia de "batedor" para o carro roubado que vinha logo atrás.

A guarnição se posicionou novamente e conseguiu fazer a abordagem. Dois homens foram presos, de 22 e 49 anos respectivamente. Já na Delegacia de Polícia Civil, foi confirmado que a placa do veículo roubado é de Belo Horizonte (MG) e havia um boletim de ocorrência registrado por locadora de veículos no dia 21 de junho.

Todo os detidos são da mesma família e moram na cidade sul-mato-grossense de Cassilândia. Um deles contou que pegou o Fiat Toro na cidade paulista de Rio Preto e que seria vendido na Bolívia. O Conselho Tutelar também foi acionado para as providências em relação ao bebê que estava com a mãe.

Segundo caso em menos de uma semana

No último dia 25 de junho, a PM de Corumbá prendeu três homens por furto e receptação de veículos. Eles também trouxeram de São Paulo carro alugado de uma locadora paulista para ser vendido do lado boliviano da fronteira. Mas, uma denúncia levou à prisão do trio.

PUBLICIDADE