Dia das Mães deve movimentar quase R$ 10 milhões em Corumbá e Ladário

Da Redação em 24 de Abril de 2018

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Roupas e calçados estão entre os itens de presentes preferidos

Pesquisa de intenção de compras e comemorações para o Dia das Mães em Mato Grosso do Sul, realizada pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS (IPF-MS) em parceria com o Sebrae MS, revela que quase 70% dos consumidores vão às compras no período, para garantir uma lembrança para alguém especial. Com isso, a economia do Estado deve receber uma injeção de R$ 202,69 milhões, sendo 52% (R$ 105,41 milhões) destinados a compra de presentes e 48% destinados às comemorações (R$ 97,28 milhões).

“As expectativas estão mais otimistas, para o comércio, em praticamente todos os municípios abordados. Em relação ao ano passado, projeta-se um aumento na movimentação financeira de 21,55% com presentes e de 32,61% com as comemorações e isso é muito positivo”, avalia o presidente da Fecomércio-MS e IPF/MS, Edison Araújo.

O levantamento aponta que a pesquisa de preço será realizada por 72,18%, o preço (27,14%), produto (30,55%) e atendimento (17,41%) serão os elementos levados em consideração no momento da compra. Também no quesito comemoração, as alimentações em casa e na casa de familiares deverão prevalecer. “Os empresários devem aproveitar a oportunidade para atender as necessidades dos potenciais clientes e utilizar a criatividade como um diferencial para isso”, conclui Araújo.

Dentre as preferências de presentes se destacam: roupas (25,39%), calçados (13,25%), bolsas e acessórios (10,83%). As compras ocorrerão em lojas do centro (55,83%), com pagamento em dinheiro (71,78%). O gasto médio com presentes será de R$ 137,88.

O dia das mães de 2018 poderá movimentar somente em Corumbá e Ladário R$ 9,55 milhões, de acordo com o levantamento. Desse valor total, 57,89% destinados à compra de presentes (R$ 6,43 milhões) e 42,11% às comemorações (R$ 4,68 milhões).

A pesquisa foi realizada em 15 municípios do Estado. Foram ouvidas 2.509 pessoas entre os dias 09 e 19 de abril, considerando um nível de confiança de 95% e margem de erro que variam entre 5% e 8%. A novidade da pesquisa é a inserção das análises dos municípios de Coxim e Bonito. Com informações da assessoria de imprensa da Fecomércio. 

PUBLICIDADE