Mulher furta dinheiro de bolsa de funcionária da UPA e tenta esconder no órgão genital

Ricardo Albertoni em 15 de Março de 2018

ROMU

A mulher que está sentada na cadeira de rodas é que foi detida por furto

Mulher de 44 anos foi detida por agente da Guarda Municipal de Corumbá e encaminhada pela guarnição da ROMU (Rondas Ostensivas Municipais) até a Polícia Civil de Corumbá após ser flagrada por profissionais da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da parte alta de Corumbá, tentando esconder no órgão genital, dinheiro furtado das bolsas de funcionárias.

O caso aconteceu às 16h50 de quarta-feira, 14 de março, após a mulher ter procurado atendimento na unidade de saúde, ser medicada e deixada sozinha na sala de emergência por alguns minutos. Quando as funcionárias retornaram, encontraram a mulher abaixada revirando o armário onde as bolsas são guardadas. Questionada, ela disse que procurava uma fralda geriátrica para que fizesse suas necessidades fisiológicas.

A suspeita foi acompanhada então pela técnica em enfermagem até o banheiro, mas, após outra funcionária dar falta do valor de 2.500 reais que estavam em sua bolsa, entrou no banheiro e surpreendeu a mulher tentando esconder a quantia que estava em um saco plástico no órgão genital. No momento em que foi flagrada, a acusada deixou o dinheiro furtado cair dentro do vaso.

O agente da Guarda Municipal do local foi chamado e deteve a mulher até a chegada da guarnição da ROMU, que a encaminhou para o Distrito Policial, onde a ocorrência foi registrada. Com informações da ROMU.

PUBLICIDADE