PUBLICIDADE

Acreditando que ganharia R$ 1 milhão, homem cai em golpe do bilhete premiado

Campo Grande News em 27 de Março de 2024

Divulgação/PCMS

Dinheiro e peças douradas localizadas pela polícia com criminosos

Acreditando que ganharia R$ 1 milhão, um homem de 51 anos caiu no golpe do bilhete premiado, na terça-feira (26), em Dourados, a 251 km de Campo Grande. A polícia prendeu um casal e um idoso que cometeram o crime, quando eles fugiam pela BR-369, no Paraná.

A vítima contou aos policiais que foi abordada por um idoso, que pedia ajuda para chegar em uma loja de ferramentas, no fim manhã de ontem. Neste momento, também se aproximou um casal bem vestido, informando à vítima que o idoso tinha um bilhete premiado no valor de R$ 1 milhão.

O casal, então, ofereceu o bilhete por R$ 200 mil e a vítima aceitou. Eles foram até a agência bancária, de onde a vítima conseguiu sacar R$ 100 mil. Os autores chegaram a pedir um documento do homem. Assim que desceu do veículo dos criminosos, a vítima percebeu que havia caído em um golpe. Contudo, os autores fugiram de carro.

A polícia foi comunicada e, com ajuda de imagens de câmeras de segurança, conseguiu identificar o veículo utilizado pelos criminosos, um HB20. Alguns pertences da vítima que haviam ficado com eles foram jogados às margens de uma rodovia e encontrados durante as diligências.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) de Dourados foi também comunicada e iniciou os trabalhos de localização e abordagem do HB20. Após algumas horas de monitoramento e troca de informações, a PRF conseguiu abordar o casal na BR-369, na cidade de Rolândia (PR). No automóvel estavam o golpista idoso, de 61 anos, o homem, de 40, e a mulher, de 29 anos

Parte do valor do golpe foi localizada e apreendida, bem como peças douradas aparentando ser de ouro e um aparelho eletrônico novo, sem uso, indicando ser proveniente do crime. Os autores foram apresentados na delegacia de Rolândia, onde foi formalizada a prisão em flagrante pelo crime de estelionato. 

Comentários:

Jogo Ribeiro : Essa vítima tem dinheiro mas, com certeza, não tem cérebro. Cair em um golpe tão idiota, simplório, antigo, manjado é o cúmulo da burrice multiplicado por 200...!