PUBLICIDADE

Briga entre vizinhos termina com dois na delegacia; parentes tentaram impedir detenção

Leonardo Cabral em 29 de Janeiro de 2024

Homem de 48 anos, foi detido pela Polícia Militar de Corumbá, acusado por uma mulher de 21 anos, de ter ido até sua residência, na rua Brandão Júnior, bairro Cervejaria e ter feito vários disparos de arma de fogo, por volta das 21h, de domingo (28). Um indivíduo, de 30 anos, também foi detido por tentar impedir a prisão do suspeito.

Foi a mulher quem acionou a equipe da PM. Ela contou que o homem,  que é seu vizinho, foi até sua casa e fez disparos em direção a ela, o filho e o marido. O alvo seria seu companheiro, pois ele havia brigado em uma festa, com o filho do acusado.

No local, os policiais viram o suspeito, que ao perceber a presença da guarnição entrou em casa. Bem agressivo e transtornado, conforme a PM, ele relatou que seu filho havia entrado em vias de fato com o marido da mulher em uma festa, e que foi ele, que reside em frente à sua residência, quem fez disparos de arma de fogo contra a casa dele. 

Acompanhada da filha, a mulher reafirmou que o vizinho foi quem atirou e que ele estava com a arma em punho e ao perceber a aproximação da PM correu para o imóvel. A equipe solicitou para o autor deslocar com a guarnição até a delegacia, mas ele se recusou. Consta ainda que no local estavam cerca de 15 familiares do acusado, onde, segundo os PMs, partiram para cima da guarnição dizendo que o homem não seria levado para a delegacia.

Na confusão, o acusado entrou na residência, quando o indivíduo, de 30 anos, tentou impedir a ação de um dos policiais segurando-o. Outros policiais entraram no imóvel, e tiveram que arrombar o quarto onde o suspeito estava. Em ato continuo, o indivíduo de 30 anos, que havia tentado conter um dos policiais, foi detido também.  

Foi solicitado apoio da viatura de Ladário devido ao número de pessoas que queriam partir para cima da equipe. Os suspeitos foram levados para a Polícia Civil. Já a mulher, que acionou a PM, saiu do local com medo de represália.

Receba as principais notícias de Corumbá, Ladário e MS pelo WhatsApp do Diário Corumbaense. Clique aqui para entrar em um de nossos grupos.