PUBLICIDADE

Atletas de Stand Up Padlle superam calor e correnteza no rio Paraguai

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC em 12 de Dezembro de 2021

Gisele Ribeiro/PMC

Disputa foi em quatro categorias

As provas de Stand Up Paddle (SUP) do Eco Pantanal Extremo – Jogos de Aventura 2021, disputadas no sábado, 11 de dezembro, em Corumbá, reuniram 41 atletas nas categorias Kids, Open/Iniciante, Amador e Pró. As distâncias percorridas, de acordo com a categoria, foram de 1,5 quilômetro; 5 km; 12 Km e 20 Km.

Os percursos de 1,5 Km e 5 quilômetros (Kids e Open, respectivamente) foram todos disputados em frente ao Porto Geral, com o mais longo deles chegando à região do Mirante da Capivara para retorno à Prainha do Porto Geral.

Eduardo de Melo Gomes, da Open/Iniciante, foi o primeiro atleta a completar os 5 quilômetros. Para ele, a maior dificuldade foi o forte calor – no horário da prova a temperatura estava na casa dos 33° Celsius. “Foi pesado, a correnteza estava forte. Comecei recentemente no SUP, mas estou treinando tem cerca de um mês nesse percurso. A maior dificuldade foi o calor”, disse o vencedor.

As categorias Amador e Profissional tiveram trajetos maiores. Ambos largaram na Prainha do Porto Geral; subiam o rio Paraguai no sentido do sobrado do “Zé Leôncio" e de lá retornavam. Enquanto o Amador voltava para o ponto de partida – para completar os 12 Km –,o Profissional ainda precisava entrar no Canal do Tamengo e seguir até o parque Marina Gattass para iniciar o retorno ao ponto de largada e fechar 20 quilômetros de prova.

Gisele Ribeiro/PMC

Calor e correnteza foram principais dificuldades enfrentadas pelos at

Atual campeã brasileira e duas vezes vice-campeã mundial na categoria Sprint, Moah Matos, venceu os 20 Km feminino. Foi a quinta participação dela no Eco Pantanal Extremo, que prometeu voltar no ano que vem. “Foi uma prova extremamente dura, de todas que eu já fiz aqui, essa foi a mais difícil. Foi uma briga psicológica comigo mesmo, contra a correnteza do rio, contra o calor. Foi realmente extremo, mas valeu muito a pena, é sempre uma superação. Vou voltar, com certeza”, destacou.

Técnico da seleção brasileira de Stand Up Paddle, Américo Pinheiro, foi árbitro das provas de SUP do Eco Pantanal Extremo – Jogos de Aventura 2021 afirmou que a prova de SUP de Corumbá é fundamental para o crescimento da modalidade esportiva no país. “O Eco Pantanal Extremo foi a primeira prova de maratona da história do Stand Up Paddle brasileiro. É totalmente diferente, é uma prova que não é para qualquer um, é muito dura. Essa prova tem que entrar para o calendário brasileiro, é uma prova muito mais de cabeça do que qualquer outra habilidade. É um grande passo para o crescimento do Stand Up nacional. O Pantanal faz parte disso”, disse. A campeã pan-americana, Lena Ribeiro, também foi árbitra da competição deste ano.

Paulo Eduardo Luchner, presidente da Federação Sul-Mato-Grossense de Stand up Paddle (FSMSUP), que também participou da prova e venceu os 20 Km Master, afirmou que para o Stand Up Paddle de Mato Grosso do Sul “o Eco Pantanal Extremo é muito importante porque deixa um legado na cidade. Precisamos de atletas na região e é uma grande satisfação, porque temos a Federação aqui em Corumbá. É um evento muito grande e a Prefeitura está de parabéns pela realização”.

Gisele Ribeiro/PMC

Atletas participantes das provas

O diretor-presidente da Fundação de Esportes de Corumbá (Funec), Luciano Silva de Oliveira, acompanhou toda a realização da prova do Stand Up Paddle no Porto Geral. Ele antecipou que o Município estuda a inclusão de novas modalidades para a edição 2022 do Eco Pantanal Extremo.

“Depois de praticamente dois anos parados, estamos voltando com o Eco Pantanal Extremo com as mesmas modalidades da última edição realizada em 2019. Este ano são cerca de mil atletas em seis modalidades esportivas. Para o ano que vem, estamos estudando a ampliação de modalidades esportivas”, completou.

Eco Pantanal Extremo

O Eco Pantanal Extremo é promovido pela Prefeitura de Corumbá em parceria com o Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte). Todas as provas são coordenadas pelas Federações Estaduais de cada modalidade. A Fundação de Esportes de Corumbá (FUNEC) é a coordenadora geral do Eco Pantanal Extremo 2021.

As provas terminam neste domingo com a disputa de mountain bike e maratona aquática. 

PUBLICIDADE