PUBLICIDADE

Equatoriano é preso por cárcere privado e ameaça após mulher pedir ajuda em banco

Leonardo Cabral e Rosana Nunes em 11 de Novembro de 2021

Um equatoriano, de 39 anos, foi preso em ação das Polícias Civil e Federal de Corumbá na tarde de quarta-feira (10), acusado de cárcere privado e ameaça. 

O boletim de ocorrência, o qual a reportagem do Diário Corumbaense teve acesso, informa que o acusado foi denunciado pela mulher, de 36 anos, também equatoriana, em uma agência bancária de Corumbá. Escondida, a mulher entregou um bilhete – a uma atendente – pedindo socorro e informando que era vítima de violência doméstica.

A Polícia Civil com o apoio da Polícia Federal foi à agência para apurar a denúncia envolvendo o casal de estrangeiros. No local, a vítima contou que o homem a mantinha presa em um hostel, em Corumbá, junto com o filho menor de idade, do acusado.

Ela e a criança eram proibidas de sair e sofriam ameaças constantes. O menino era mantido trancado e, segundo ela, o próprio pai ameaçava matar a criança caso tentasse pedir socorro. Os agentes da PF se dirigiram ao hostel e encontraram o menino, de 9 anos, sozinho e trancado no quarto.

O caso agora está com a Polícia Civil, que já apurou que o homem, de alta periculosidade, é procurado por crime de homicídio no Equador e há mandado de prisão contra ele. (matéria editada para atualização de informação)

Anderson Gallo/Arquivo Diário Corumbaense

Equatoriano foi preso e caso é investigado pela Polícia Civil de Corumbá

PUBLICIDADE