PUBLICIDADE

Senadora destina R$ 1,3 milhão para Segurança Pública de MS

Da Redação com assessoria de imprensa em 03 de Maio de 2021

Divulgação

Senadora cumpre promessa de campanha de destinar recursos para a segurança pública

A senadora Soraya Thronicke (PSL/MS) destinou, com emendas ao Orçamento Geral da União deste ano, mais de R$ 1,3 milhão para ser investido na área da segurança pública de Mato Grosso do Sul. Do montante, R$ 500 mil serão para a PRF (Polícia Rodoviária Federal), R$ 300 mil vão para a Guarda Municipal de Dourados, R$ 297,9 mil para a Superintendência da Polícia Federal, R$ 200 mil para a Guarda Municipal de Campo Grande e R$ 100 mil para os agentes de segurança patrimonial do Estado. 

Segundo Soraya Thronicke, com esses recursos, está cumprindo uma das suas promessas de campanha, que é investir todos os anos na segurança pública de Mato Grosso do Sul. “Desde o início do meu mandato, já destinei R$ 3 milhões para serem utilizados na compra de viaturas, armamentos e equipamentos para as forças de segurança pública estadual. No ano de 2020, por exemplo, foram mais de R$ 1,5 milhão para a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil do Estado”, pontuou. 

A parlamentar ressalta que desde quando assumiu o cargo tem conversado com todos os setores da segurança pública do Estado para levantar as principais reivindicações. “O fato de Mato Grosso do Sul fazer fronteira com Paraguai e Bolívia facilita a entrada de drogas e armas no Brasil. Por isso, as nossas forças de segurança precisam estar melhor aparelhadas para barrar a entrada desses ilícitos, que fortalecem o crime organizado no nosso País. Eu sempre digo que se Mato Grosso do Sul está seguro, o Brasil em paz”, declarou. 

O superintendente da PRF no Estado, inspetor Luiz Alexandre Gomes da Silva, explica que os R$ 500 mil serão utilizados para construir a cobertura de pista da unidade operacional do município de Guia Lopes da Laguna (MS). “Com essa estrutura, será possível fazer a abordagem de veículos quando estiver chovendo. Além disso, proporciona mais conforto aos cidadãos e mais segurança aos policiais rodoviários federais, tanto no período diurno, quanto no período noturno”, destacou. 

Já a comandante da Guarda Municipal de Dourados, inspetora Liliane Graziele Cespedes, explica que os R$ 300 mil vão ajudar na modernização do armamento utilizado atualmente pelos guardas municipais. “Com esse dinheiro, será possível adquirir materiais bélicos de última geração, elevando a instituição ao patamar das mais modernas polícias do Brasil. Com armas mais eficientes, podemos aumentar a segurança dos agentes e prestar um serviço de qualidade à comunidade douradense”, salientou. 

De acordo com o superintendente da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul, delegado Marcelo Botelho, a emenda no valor de R$ 297,9 mil vai entrar no orçamento da PF e, normalmente, a Direção-Geral em Brasília (DF) indicará o destino do recurso. “Estamos em fase de transição de gestão e, mais adiante, o novo superintendente da PF no Estado buscará informações sobre a destinação dessa verba, mas somente saberemos após o ingresso no orçamento”, informou. 

O presidente do SINDGMCG/MS (Sindicato dos Guardas Municipais de Campo Grande/Mato Grosso do Sul), Hudson Pereira Bonfim, explica que o recurso de R$ 200 mil será usado para compra de armas letais, como pistolas calibres .40 e 9 mm, e armas não letais, como bastão de choque e tasers. “O Sindicato apresentou a demanda para o secretário-geral do PSL no Estado, Paulo de Mattos, que levou à senadora Soraya Thronicke. No princípio, o dinheiro seria apenas para a compra de armas letais, mas a Prefeitura pediu para que o recurso fosse utilizado para a compra de armas não letais também”, detalhou, reforçando que o SINDGMCG/MS vai acompanhar a aplicação da emenda. 

Na avaliação do representante da ADAPP (Associação em Defesa dos Agentes de Segurança Patrimonial de Mato Grosso do Sul), Márcio Almeida, os R$ 100 mil serão utilizados para a aquisição de uniformes. “Estamos completando 20 anos de existência e é uma satisfação ter recebido essa emenda tão importante para o serviço de segurança patrimonial, que hoje atua em 55 municípios e tem quase 800 servidores. Há muitos anos estamos sendo colocados de lado e essa emenda é a primeira de um parlamentar na história da segurança patrimonial do Estado”, revelou, dizendo que pretende fortalecer a parceria com a senadora Soraya Thronicke para que o serviço de segurança patrimonial seja à altura do que o Estado precisa.

PUBLICIDADE