PUBLICIDADE

Corpo de Bombeiros Militar lança plano de prevenção e combate aos incêndios no Pantanal

Silvio Andrade em 29 de Abril de 2021

Silvio Andrade

Plano se antecipa ao período crítico dos focos de calor na região

Em ação integrada com a Semagro (Secretaria estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul lançou nesta quinta-feira (29), em Corumbá, o Plano de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais no Pantanal, que consiste na preparação das equipes, reconhecimento das áreas e estratégias das operações por terra, água e ar.

“Vamos desenvolver um plano arrojado, contando com os investimentos (R$ 56 milhões) do Governo do Estado em viaturas, aeronaves e equipamentos, onde o Corpo de Bombeiros disponibilizará para as operações, se preciso, 700 dos seus 1.500 militares”, afirmou o comandante-geral da corporação, coronel Hugo Djan Leite, ao detalhar o plano a ser empregado no bioma, ao qual Corumbá está integrado com 45% do seu território.


Presente ao ato de lançamento do plano operacional, realizado no 3º Grupamento do Corpo de Bombeiros, a promotora Ana Rachel Borges Figueiredo Nina, da 2ª Promotoria de Justiça, ressaltou a tomada de decisões do Governo do Estado em relação ao combate aos incêndios florestais. Ela disse que as estratégias anunciadas estão alinhadas ao plano preventivo traçado a partir de 2020 pelo Ministério Público Estadual (MPE).


Levantamento das áreas


Antecipando-se ao período crítico dos focos de calor na região, que no ano passado ocorreu de janeiro a outubro, o Corpo de Bombeiros Militar vai estruturar o 3º Grupamento de Corumbá com mais viaturas e lanchas. Cinco equipes serão deslocadas para Rio Negro, Alto Paraguai, Paiaguás e Nhecolândia para reconhecimento das áreas quanto a acessos, pontos críticos e construção de aceiros para proteger as pontes de madeira.


Silvio Andrade

Governo investiu em viaturas, equipamentos e aeronaves

“O plano terá a coordenação do Corpo de Bombeiros do Estado e será aplicado em quatro etapas, sendo preparação, o que estamos fazendo agora; prevenção, resposta e responsabilidade”, adiantou o coronel Djan Leite. “No início de abril já deslocamos duas equipes para os parques estaduais do Vale do Ivinhema e da Nascente do Rio Taquari com a mesma finalidade: levantar as áreas de maior incidência dos focos.”

As primeiras equipes estarão montando suas bases nas localidades do Morrinho (ponte da BR-262 sobre o Rio Paraguai) e no Passo do Lontra, região que abrange a Estrada Parque e limita os municípios de Corumbá, Miranda e Aquidauana. “O Estado pode nos oferecer toda tecnologia, mas temos que ter homens na área de fogo”, disse o comandante. “Combater incêndio florestal é tarefa do bombeiro e vamos atuar até as chuvas voltarem.”


Maior poder de resposta


Em 2020, o Estado realizou três grandes operações de combate aos focos de calor, de março a setembro, com apoio das Forças Armadas, envolvendo bombeiros de outros estados. Este ano, o Corpo de Bombeiros terá uma estrutura operacional maior, prevista no programa de investimentos anunciado pelo governador Reinaldo Azambuja. A compra de uma aeronave modelo Air Tractor (para lançamento de água) está em processo de licitação.


O coronel Djan Leite adiantou que a corporação terá a disponibilidade de maquinários para abrir acessos nas regiões sem estrada ou alagáveis, cujos pontos críticos serão mapeados pelas equipes de levantamento, para garantir a rápida locomoção das tropas. A Prefeitura de Corumbá também anunciou que está negociando a cessão de um helicóptero para atender o deslocamento dos bombeiros para áreas de difícil acesso.

“Vamos trabalhar integrados com as brigadas do Ibama e das reservas e também contamos com o apoio dos produtores rurais”, disse o tenente-coronel Luciano Lopes de Alencar, comandante do 3º Grupamento. “Com mais tempo de preparação da tropa e a estrutura que está sendo montada, o plano lançado hoje nos propiciará uma melhor capacidade de ação e de resposta ante os desastres ambientais e também à sociedade.”


O lançamento do Plano de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais no Pantanal contou com a presença dos coronéis bombeiros Huesley Paulo da Silva, chefe do Estado Maior Geral e, Rodinei Ribeira Ceballos, comandante de Bombeiros do Interior; da diretora-presidente da Fundação de Meio Ambiente de Corumbá, Ana Cláudia Moreira Boabaid e do coordenador municipal de Defesa Civil, Isaque do Nascimento.

PUBLICIDADE