PUBLICIDADE

Quem já foi vacinado contra a covid-19 deve ficar atento para a segunda dose, alerta Saúde

Da Redação com Ascom Prefeitura de Corumbá em 15 de Fevereiro de 2021

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Segunda dose da Coronavac deve ser no intervalo de 2 a 4 semanas; já a Covishild de 4 a 12 semanas

A Vacinação contra a Covid-19 teve início em Corumbá no dia 19 de janeiro. Deste então, o município já recebeu 5.526 doses, sendo 970 da Covishild, produzida pela AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford, e 4.556 da Coronavac, produzida pelo Sinovac e Butantan.

A aplicação da primeira dose do imunizante não garante proteção imediata, sendo necessário um reforço. A segunda dose da Coronavac deve ser no intervalo de 2 a 4 semanas; já a Covishild de 4 a 12 semanas. No ato da vacinação é anotado no cartão a data provável da segunda dose. Mesmo depois da segunda injeção, ainda é preciso esperar pelo menos mais duas semanas até o sistema imunológico reagir.

Quem já está no período de tomar a segunda dose pode procurar o Centro de Saúde Dr. Moysés dos Reis Amaral, na Ladeira Cunha e Cruz, de segunda a sexta, das 07h30 às 10h30, e das 13h30 às 16h. Informações podem ser obtidas no Núcleo de Imunização, pelo telefone 3907-5425.

Os idosos acima de 80 anos que ainda não receberam a primeira dose, são orientados a realizar o cadastro no site http://vacina.corumba.ms.gov.br/coronavirus/, para que o município faça uma estimativa de quantos idosos faltam ser imunizados. Quem não tiver acesso à internet pode procurar a Unidade de Saúde de referência para fazer o cadastro.

Corumbá já aplicou 4.754 doses em trabalhadores da saúde, idosos e indígenas. 3.527 pessoas dos grupos prioritários receberam a primeira dose e 1.227 a segunda, até sexta-feira, 12 de fevereiro.

Assim como todos os municípios brasileiros, Corumbá está recebendo as doses gradativamente. Conforme envio de novo lote será aberto para novos públicos.

PUBLICIDADE