PUBLICIDADE

SES divulga orientações para intensificar prevenção à covid-19

Portal de Notícias do Governo de MS em 13 de Fevereiro de 2021

A Secretaria de Estado de Saúde, através da Coordenadoria Estadual de Vigilância Sanitária, publicou nota técnica com orientações para prevenção da covid-19 neste período em que aconteceria o carnaval em Mato Grosso do Sul.

A Vigilância Sanitária do Estado elaborou estas orientações sanitárias com a finalidade de intensificar as ações de prevenção relacionadas ao coronavírus. O documento é dividido em orientações gerais, específicas para a população, para os estabelecimentos, limpeza e desinfecção e para as Vigilâncias Sanitárias.

Não são recomendadas quaisquer festividades de carnaval (bailes, reuniões, blocos, cordões, brincadeiras, comemorações, festas em condomínios, clubes, na rua, em avenidas, festas particulares, clandestinas, etc) para evitar aglomerações.

A nota também orienta o uso obrigatório de máscara, manter o distanciamento de 1,50 metro entre as pessoas, realizar frequentemente a higienização das mãos com água e sabão/sabonete líquido e/ou álcool 70%, além de seguir todas as medidas recomendadas pelas autoridades sanitárias ao participar de reuniões em bares, reuniões de amigos e familiares.

Em eventos presenciais, preferir ambientes abertos com renovação de ar e evitar participar de brincadeiras, rodas de samba, blocos, etc., que exijam o contato direto com as pessoas como beijos, abraços e apertos de mãos. Recomenda-se evitar deslocamentos e viagens que não se façam necessárias; evitar grandes deslocamentos no período, principalmente com pessoas do grupo de risco.

As pessoas do grupo de risco ao optarem por participar de eventos de confraternização, dar preferência a festas familiares (com pessoas do próprio convívio) e/ou com menor número de pessoas, evitando ambientes com aglomerações.

Nos estabelecimentos recomenda-se que não realizem festividades para comemorar o carnaval, mas caso aconteça, os organizadores devem fornecer insumos e produtos para frequente higienização das mãos dos trabalhadores e clientes  e só permitir o acesso dos frequentadores mediante o uso da máscara, haja vista que esta é uma recomendação obrigatória.

A SES orienta que as Vigilâncias Sanitárias dos municípios verifiquem se as medidas estão sendo seguidas, podendo fiscalizar em conjunto com a Polícia Civil e Corpo de Bombeiros locais, as festas clandestinas, as reuniões de foliões nas avenidas das cidades, nos bares e outros locais de convivência e aglomeração.

Veja aqui a nota técnica completa com as orientações.

PUBLICIDADE