PUBLICIDADE

Na volta dos trabalhos da Assembleia, Reinaldo adota discurso "otimista e de esperança"

Campo Grande News em 02 de Fevereiro de 2021

Henrique Kawaminami/CG News

Azambuja e Corrêa no plenário da Assembleia Legislativa na manhã desta terça-feira

Com tom “otimista e de esperança”, apesar da pandemia da covid-19, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) adotou discurso incentivador  e de união entre os Poderes durante cerimônia de retorno dos trabalhos da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (02). Em discurso, Azambuja elencou as últimas conquistas do Governo e listou projetos que ainda estão por vir.

Para o governador, Mato Grosso do Sul  “virou a página de 2020” com a chegada das vacinas do programa de imunização. “Estamos prontos para nos reencontrar com nossas mais importantes vocações: o trabalho, a produção, o crescimento e geração de empregos e oportunidades, e a qualidade de vida da nossa gente”, disse.

Segundo ele, a antecipação no enfrentamento de crises fez com que Mato Grosso do Sul não fosse tão afetado neste momento, ao contrário de outros estados do País. “Fizemos o que tinha de ser feito e por isso estamos com nossas contas em ordem. Não é por mero acaso que somos o segundo maior crescimento no Brasil em plena pandemia”, afirma.

Em sua fala, Reinaldo  citou consultoria que aponta o Estado como maior potencial de crescimento do País e listou conquistas da gestão. “Somos líder no ranking de transparência, o sexto em competitividade do País, o sexto mais seguro e o sétimo que mais gerou emprego. Hoje realizamos o maior investimento per capita do Brasil”, relata.

Para os próximos anos, o tucano afirma que a projeção do Governo é fazer “investimentos recordes”, com foco na saúde, infraestrutura e geração de empregos. 

No começo do ano, Reinaldo Azambuja já autorizou um pacote de obras no valor de R$ 2,8 bilhões. “Com capacidade de investimentos única no Brasil, estamos determinados a transformar nossas cidades em um autêntico canteiro de obras. E assim,  também ajudaremos cada um dos nossos 79 municípios a fazer sua retomada”.

PUBLICIDADE