PUBLICIDADE

Operação contra pedofilia na internet prende quatro em Campo Grande

Campo Grande News em 29 de Outubro de 2020

Quatro homens foram presos em flagrante nesta quinta-feira (29), em Campo Grande, durante a terceira fase da operação Deep Caught, contra abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes praticados na internet. Entre eles, está um policial militar licenciado, de 35 anos, que atua irregularmente como advogado e até dá aula de Direito na Capital.

Conforme a delegada Marília de Brito, titular da DEPCA (Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente), ele foi preso no bairro Bom Jardim. Além do material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes, os policiais também encontraram na casa do autor uma arma de fogo sem registro.

Também foram presos um sargento do Exército de 37 anos, no Lar do Trabalhador, um empresário também de 37 anos, no Vilas Boas, e um auxiliar contábil, de 34 anos, no São Francisco. O empresário também estava em posse de arma de fogo, de calibre 38, sem registro.

Segundo a delegada, foram seis meses de investigação até que a operação fosse desencadeada. Os investigadores chegaram aos alvos durante rondas cotidianas na deep web, como é chamada a parte "obscura" da internet.

Foram apreendidos 202 gigas de materiais pornográficos com os presos. O conteúdo será encaminhado para a perícia. 

PUBLICIDADE