PUBLICIDADE

Homem é acusado de agredir filha e matar cachorro a facadas

Leonardo Cabral em 07 de Setembro de 2020

Homem de 43 anos, foi detido pela equipe da Força Tática da Polícia Militar de Corumbá, acusado pela filha de agressão e ameaça e de ter matado um cachorro. 

Ao chegar no local, bairro Maria Leite, por volta das 18h40, de domingo (06), os policiais foram informados pela jovem e pela mãe dela, que o acusado estava tentando entrar na residência em posse de uma faca e que momentos antes, ele teria matado um cachorro.

Por conta da situação, a equipe policial entrou na residência e encontrou o acusado em um cômodo, separado do imóvel, mas nada foi achado com ele. No entanto, a filha disse que o pai estava agressivo e que teria agredido a jovem com tapas no braço esquerdo.

A agressão teria sido resultado da tentativa da vítima de proteger um cão da família que o pai queria matar, se apossando de uma faca, mas que não teria conseguido e, então, teria matado outro cão que estava na residência e jogou o animal em um morro próximo da casa.

Questionado pela guarnição, o homem negou ter matado o cachorro, mas havia marcas de sangue que indicaram o local onde o  animal foi deixado morto. O homem foi preso e levado para a Delegacia de Polícia Civil.

Já no Distrito Policial, a filha mudou a versão, informando que não houve ameaça e que seu pai não matou nenhum animal e que tudo foi um "mal entendido".

A jovem ainda disse que o motivo da confusão foi pelo fato de um dos seus cachorros ter sido diagnosticado com leishmaniose e, por causa disso, o pai queria se livrar do animal, e como ela teria dito que não, o mesmo acabou se alterando e dando uns tapas no braço dela.

Ela não quis representar criminalmente contra o pai. O fato foi registrado por meio do boletim de ocorrência 3120/2020.

PUBLICIDADE