PUBLICIDADE

Prisão de foragido da Justiça vira fake news em grupos de WhatsApp

Rosana Nunes em 03 de Setembro de 2020

Reprodução

Foto da abordagem postada em grupos de WhatsApp como sendo de "execução"

Uma abordagem para averiguação de suspeito em veículo deu o que falar em grupos de WhatsApp na noite desta quinta-feira (03) em Corumbá. Tudo porque a foto da ação da PM circulou com a informação de que um motociclista havia atirado contra o motorista de um Onix prata, na esquina das ruas América e Firmo de Matos, centro, onde há um semáforo. "Deu três tiros na cabeça, tá feio o negócio aqui, polícia foi atrás do motoqueiro", dizia um homem no áudio encaminhado aos grupos. 

Mas, era fake news. O Diário Corumbaense teve acesso ao boletim de ocorrência sobre o caso. Na verdade, equipe do Grupamento Especializado Tático de Motos da Polícia Militar, fazia patrulhamento ostensivo naquele local, por volta das 18 horas, quando avistou o veículo. O motorista, de 36 anos, demonstrou nervosismo ao perceber a presença policial e acabou abordado.

Ao consultarem o sistema de informações, os pm's confirmaram que havia um mandado de prisão expedido pela Justiça contra o condutor. Além disso, o carro está com o licenciamento vencido. 

Com o homem, a guarnição ainda apreendeu a quantia de R$ 7.450,40 em cédulas e moedas. Ele foi preso e encaminhado para a 1ª Delegacia de Polícia Civil, juntamente com o dinheiro apreendido. O Onix foi removido para o pátio do Detran pela infração de trânsito. Na ocorrência, o Getam contou com apoio da Força Tática.

Vale reforçar que, para diferenciar as fake news (informações falsas) das notícias verdadeiras, procure antes saber se a fonte é confiável e confira se o caso foi noticiado por veículos de comunicação atuantes. Estar bem informado é essencial, mas compartilhe somente informações seguras com seu rol de contatos. 

PUBLICIDADE