PUBLICIDADE

PRF apreendeu quase 700 quilos de cocaína e recuperou 31 carros no 1º semestre em Corumbá

Leonardo Cabral em 11 de Julho de 2020

Divulgação/ PRF

Ocorrência em janeiro, quando a PRF apreendeu 125 quilos de cocaína

Quase 700 quilos de cocaína e pouco mais de 250 quilos de maconha foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nos primeiros seis meses de 2020 na região de Corumbá, conforme balanço realizado a pedido do Diário Corumbaense.

A quantidade de droga apreendida, de acordo com o chefe da delegacia da PRF na cidade, Wesley Seron, chama a atenção, ainda mais pelo total de cocaína, 695,870 kg, se comparado com o mesmo período do ano passado.

“Nessa mesma época tínhamos registrado apreensões da droga que chegavam 359 quilos. Este ano, mesmo com o período da pandemia, registramos quase o dobro da quantidade impedida de entrar no mercado do tráfico”, falou Seron frisando que o uso de novas tecnologias e o aprimoramento dos agentes em relação às fiscalizações, ajudam e muito a barrar o tráfico na região pantaneira.

A delegacia da PRF em Corumbá também realizou a apreensão de 1.000 gramas de crack e 131.050 quilos de skunk (conhecida como supermaconha). A PRF contabiliza 15 ocorrências de tráfico de entorpecentes na região, com 21 pessoas presas pelo crime, dos 119 que foram detidos nos seis últimos meses por diversos crimes.

Além do tráfico de drogas, o que continua chamando a atenção da PRF são os crimes de receptação e roubo/furto de veículos de outras cidades e estados, com destino à Bolívia. Os motoristas, na maioria dos casos, estão se utilizando de locadoras, para trazer esses automóveis, de pequeno ou grande porte, até a fronteira. Um crime que já virou rotina, mas que vem sendo combatido pela PRF, tanto na BR-262, como na rodovia Ramão Gomes, onde está localizada a Delegacia da corporação, próximo à fronteira com a Bolívia.

Divulgação/PRF

Carros, grande maioria pertencente a locadoras, são trazidos para serem levados à Bolívia

Só no primeiro semestre, 31 veículos foram recuperados, sendo 16 adulterados, ou seja, os bandidos adulteraram o chassi para tentar burlar a fiscalização nas estradas. “Cada vez mais os responsáveis por este tipo de crime estão tentando driblar a fiscalização, mas sempre estamos atentos e acabamos descobrindo”, falou Seron.

Outros crimes

Já em relação ao contrabando e descaminho, comum na região por se tratar de fronteira com a Bolívia, a PRF realizou a apreensão de 47.073 pacotes de cigarros. Uma arma de fogo foi apreendida, além de cinco munições.

Uso de documento falso também foi flagrado pelos agentes da PRF, totalizando três ocorrências. Já em relação a dinheiro apreendido, os agentes da PRF retiveram 30.100 dólares sem declaração e R$ 29,850,65.

Comentários:

Helmut Martines da Silva: Parabéns a todas as polícias, delegados, agentes, investgadores e principalmente cidadãos de bem que se arriscam em causa de uma sociedade digna e igualitária. Quem é ou tem um dependente químico na família sabe a dor e o sofrimento causados pelas drogas... E vc que colabora para o tráfico e comércio deste "mal", peço que reflita e peça ajuda, principalmente a de Deus, vc não pode mudar o seu passado, mais pode fazer melhor o seu presente e futuro.

PUBLICIDADE